Novo Auxílio de R$ 606 é liberado pelo INSS, veja quem pode receber

O novo benefício é o auxílio-inclusão e já está disponível para a solicitação

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), liberou um novo auxílio que pode pagar até R$ 606 aos beneficiários. O benefício diz respeito ao auxílio-inclusão, benefício regulamentado pelo governo federal, cuja finalidade é atender os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que conseguem uma recolocação no mercado de trabalho.

Como funciona o Auxílio inclusão?

O Auxílio inclusão funciona da seguinte forma: é liberado um benefício mensal no valor de R$ 606 para o segurado que recebe o BPC e esteja prestes a conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

Justamente por isso, o benefício tem esse nome, pois é um auxílio pago para aqueles que estão sendo incluídos no mercado de trabalho sem perder toda a renda que recebiam.

Antes da vigência do Auxílio inclusão, o beneficiário do BPC que conquistava um emprego acabava perdendo direito ao BPC, sendo assim, o governo regulamentou o auxílio inclusão.

Agora, ao invés de perder o BPC, o beneficiário que conseguir um emprego receberá o auxílio inclusão que pagará meio salário mínimo ao novo trabalhador.

Outra vantagem do auxílio-inclusão é que, caso o trabalhador perca o emprego, ele para de receber o auxílio e volta imediatamente para o BPC.

Como receber o auxílio inclusão?

Para garantir o auxílio-inclusão é obrigatoriamente necessário que o cidadão esteja recebendo o BPC e consiga um emprego de carteira assinada.

A regra estabelece também que quem recebeu o BPC nos últimos cinco anos e que perdeu o benefício ao conseguir um emprego, também vão receber o auxílio.

No mais, para garantir acesso ao auxílio-inclusão é necessário se enquadrar nos seguintes requisitos:

  • Ser beneficiário do BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social) e passar a exercer atividade remunerada (Atenção! Na hora do requerimento do benefício do auxílio inclusão, você já deve estar exercendo uma atividade remunerada, seja para a iniciativa privada, contribuindo para o INSS, ou para a iniciativa pública, recolhendo para o respectivo Regime Próprio de Previdência Social – RPPS); 
  • A remuneração mensal dessa atividade deverá ser inferior a dois salários mínimos;
  • É necessário também estar com a inscrição no CadÚnico atualizada e com a Inscrição regular no CPF;
  • A renda familiar deve se enquadrar no critério exigido para acesso ao BPC (1/4 do salário mínimo per capita).

O Auxílio inclusão pode ser solicitado em qualquer um dos canais de atendimento do INSS, como a internet, pelo site meu.inss.gov.br, pelo aplicativo de celular disponível para Android e iOS e também pela central telefônica 135, de segunda a sábado das 7h às 22h.

No caso da plataforma Meu INSS basta entrar na plataforma e buscar pela opção “Novo Pedido” e digitar o nome do serviço ou benefício e seguir as instruções. A finalização do pedido pode levar até 30 dias úteis.

Comentários estão fechados.