Novo Auxílio de R$ 606 é liberado pelo INSS, veja quem pode receber

O novo benefício é o auxílio-inclusão e já está disponível para a solicitação

Compartilhe
PUBLICIDADE

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), liberou um novo auxílio que pode pagar até R$ 606 aos beneficiários. O benefício diz respeito ao auxílio-inclusão, benefício regulamentado pelo governo federal, cuja finalidade é atender os beneficiários do Benefício de Prestação Continuada (BPC), que conseguem uma recolocação no mercado de trabalho.

Como funciona o Auxílio inclusão?

O Auxílio inclusão funciona da seguinte forma: é liberado um benefício mensal no valor de R$ 606 para o segurado que recebe o BPC e esteja prestes a conseguir uma colocação no mercado de trabalho.

Justamente por isso, o benefício tem esse nome, pois é um auxílio pago para aqueles que estão sendo incluídos no mercado de trabalho sem perder toda a renda que recebiam.

Antes da vigência do Auxílio inclusão, o beneficiário do BPC que conquistava um emprego acabava perdendo direito ao BPC, sendo assim, o governo regulamentou o auxílio inclusão.

Agora, ao invés de perder o BPC, o beneficiário que conseguir um emprego receberá o auxílio inclusão que pagará meio salário mínimo ao novo trabalhador.

Outra vantagem do auxílio-inclusão é que, caso o trabalhador perca o emprego, ele para de receber o auxílio e volta imediatamente para o BPC.

Como receber o auxílio inclusão?

Para garantir o auxílio-inclusão é obrigatoriamente necessário que o cidadão esteja recebendo o BPC e consiga um emprego de carteira assinada.

A regra estabelece também que quem recebeu o BPC nos últimos cinco anos e que perdeu o benefício ao conseguir um emprego, também vão receber o auxílio.

No mais, para garantir acesso ao auxílio-inclusão é necessário se enquadrar nos seguintes requisitos:

  • Ser beneficiário do BPC/LOAS (Benefício de Prestação Continuada de Assistência Social) e passar a exercer atividade remunerada (Atenção! Na hora do requerimento do benefício do auxílio inclusão, você já deve estar exercendo uma atividade remunerada, seja para a iniciativa privada, contribuindo para o INSS, ou para a iniciativa pública, recolhendo para o respectivo Regime Próprio de Previdência Social – RPPS); 
  • A remuneração mensal dessa atividade deverá ser inferior a dois salários mínimos;
  • É necessário também estar com a inscrição no CadÚnico atualizada e com a Inscrição regular no CPF;
  • A renda familiar deve se enquadrar no critério exigido para acesso ao BPC (1/4 do salário mínimo per capita).

O Auxílio inclusão pode ser solicitado em qualquer um dos canais de atendimento do INSS, como a internet, pelo site meu.inss.gov.br, pelo aplicativo de celular disponível para Android e iOS e também pela central telefônica 135, de segunda a sábado das 7h às 22h.

No caso da plataforma Meu INSS basta entrar na plataforma e buscar pela opção “Novo Pedido” e digitar o nome do serviço ou benefício e seguir as instruções. A finalização do pedido pode levar até 30 dias úteis.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil