Quais as vantagens do Compliance para pequenas e médias empresas?

0

Muitos empresários têm dificuldade de ver a real necessidade de implementar um programa de compliance na sua empresa, seja ela micro, pequena ou média.

Na maioria dos casos, o compliance é visto simplesmente com mais uma grande burocracia imposta pelo poder público ou pelas grandes empresas com as quais se mantém relacionamento. 

A reboque da ideia de burocracia está o pensamento de custo desnecessário e tempo perdido.

Mas, falta ao empresariado, enxergar os benefícios de um programa de compliance, que são, na verdade, inúmeros. 

Sabemos que a atividade empresarial por si só já é um risco, mas um dos grandes benefícios de um efetivo programa de compliance é a identificação dos riscos aos quais a empresa está exposta.

Após identificados, a empresa, através de controles internos, pode e deve reduzir os riscos para níveis aceitáveis de acordo com seu apetite.

Com os riscos bem definidos e controlados internamente, a empresa é capaz de imprimir uma atuação assertiva e sustentável de longuíssimo prazo no seu mercado de atuação.

Outro benefício que um programa de compliance traz para as pequenas e médias empresas é a vantagem competitiva; quem em sã consciência escolheria se aproximar de uma empresa sem controles ao invés de se associar a uma empresa com atuação assertiva e sustentável? 

A vantagem competitiva abre oportunidade de negócios, atrai investimentos e contribui para a chamada retenção de cérebros, que é a capacidade da empresa de reter talentos profissionais que são assediados e atraídos diuturnamente por grandes empresas.

Com controles internos bem implementados, a empresa ganha em eficiência operacional que rapidamente se reflete em redução de fraudes, aumento de lucro, adequação às legislações aos quais a empresa está submetida e redução e eliminação de passivos (financeiros e jurídicos). 

Designed by @pressfoto / freepik
Designed by @pressfoto / freepik

Por falar em adequação à legislação, outro benefício que um programa de compliance traz para as empresas é a redução e/ou eliminação de problemas de cunho jurídico em especial de cunho trabalhista, que, para muitas pequenas e médias empresas, é o grande calcanhar de Aquiles.

Mais um reflexo positivo de um programa de compliance bem implementado é ao reconhecimento do mercado, a empresa passa a gozar do status de referência no seu mercado de atuação.

O lançamento do código de conduta e ética da empresa é um momento marcante na implementação do programa de compliance de qualquer empresa; com o código em vigência, a empresa passa a ter suas próprias diretrizes de ética, integridade e conduta, e poderá gozar de benefícios, como delimitação expressa das proibições.

Nessa perspectiva, podem ser identificadas e eliminadas pela raiz condutas e ações em desacordo com a cultura de integridade e ética da empresa.

Já o canal de denúncia, quando implementado, possibilita que a alta administração da empresa tome conhecimento situações de fraude e corrupção e, por exemplo, elimine o problema e reduza as possibilidades de reincidência, muitas vezes maximizando o lucro da empresa.

Um outro ponto originado de um programa de compliance que merece destaque em uma empresa de pequeno e médio porte é a capacidade de gestão dos terceiros com os quais se relaciona, que pode e deve ser marcada pelo controle e redução dos riscos que o terceiro traz para a empresa quando atua em seu nome. 

Será que ainda há empresário que prefira manter seu olhar negativo e encarar o compliance como burocracia chata mesmo ao conhecer esse hall (exemplificativo e longe de ser exaustivo) de benefícios e pontos positivos que podem alavancar sua empresa? 

Por: Nathália Göpfert, Head de Sucesso do Cliente da CompliancePME, plataforma digital de soluções e conteúdo de compliance para pequenas e médias empresas.