Quanto ganha um designer gráfico no Brasil? Veja os salários

A definição do salário de um designer gráfico tem muitas variações importantes que devem ser consideradas, como: tipo de projeto, tempo empregado, localidade etc

Compartilhe
PUBLICIDADE

Com um mundo cada vez mais digital e com o crescimento do mercado, novas empresas vão surgindo exponencialmente.

Nesse contexto, o profissional que projeta logotipos, sites, panfletos, anúncios, banners, embalagens, campanhas, sites, vinhetas, outdoors, entre outros produtos publicitários, está sendo cada vez mais requisitado. 

Por sua vez, isso abre novos caminhos profissionais para o designer gráfico, sem falar das várias segmentações que a área permite a esse profissional tão criativo e inovador.

Quanto ganha um designer gráfico no Brasil? 

Alguns indicadores apontam que os valores de remuneração variam entre R$ 2 mil e R$ 5 mil reais. Lembrando que a definição do salário de um designer gráfico tem muitas variações importantes que devem ser consideradas, como: tipo de projeto, tempo empregado, localidade, expertise aplicada etc. 

Qual região do Brasil paga mais para designers gráficos?

A variação salarial ocorre conforme o desenvolvimento de cada estado, sendo que o PIB de cada estado mostra suas riquezas. Então, para responder a essa pergunta, é preciso avaliar esse quesito. 

Contudo, não se deve esquecer que a remuneração também depende do tipo e do nível do projeto. Tendo norteado essas ponderações, os seguintes estados apresentam melhores remunerações para designers gráficos:

  • São Paulo
  • Paraná
  • Rio Grande do Sul

Já em relação ao nível do cargo, as variações salariais correspondem a:

NÍVELSALÁRIO
JúniorR$ 1.900,00 a R$ 2.800,00
PlenoR$ 2.300,00 a R$ 3.300,00
SêniorR$ 3.000,00 a R$ 5.000,00

Como negociar seu salário de designer gráfico?

Sabemos que o mercado está cada vez mais competitivo, exigindo uma contínua capacitação dos profissionais das mais diversas áreas. 

Com o designer não é diferente. Então, para se manter no mercado, esse profissional precisa se destacar, estudando sempre, acompanhando as novas tendências, inovando e aumentando seu rol de serviços prestados.

Qual tipo de designer ganha mais?

Antes de descrever qual designer ganha mais, é preciso entender um pouco mais sobre essa segmentação:

1.Design de embalagens

É responsável por desenvolver embalagens para todo e qualquer tipo de produto, criando, por exemplo, rótulos que sejam interessantes e claros para o consumidor, definindo cores, tamanhos, formas, entre outros elementos que produzem a identidade visual da marca.

2.Design digital

É aquele profissional que trabalha com mídias digitais, criando sites, aplicativos e até mesmo jogos. Nesse segmento de trabalho, o designer que tiver conhecimento de linguagem de programação poderá ter uma vantagem competitiva, visto que isso facilitará nas construções digitais.

3. Design editorial

É aquele que atua nos textos, artigos, folhetos de vendas, folder institucional etc., trazendo uma leitura mais fluida, ou seja, faz com que aquela comunicação escrita seja agradável ao leitor por meio da utilização de cores, fontes e diagramação.

4.Branding

Esse profissional é um dos mais conhecidos designers, pois ele é o responsável pela criação da identidade visual da marca, apresentando uma estratégia de personalidade para desenvolver o logotipo, a paleta de cores, o papel timbrado, os cartões de apresentação, as assinaturas etc.

5.Desenho industrial

atua com grandes produções tridimensionais, que podem ser equipamentos industriais, carros, máquinas para diversos setores etc. 

O salário de cada tipo de design é diferente pois atuam em segmentos diferentes da economia. Contudo, é possível observar uma grande valorização do design digital e o branding, visto que essas atuações acompanham uma grande demanda da sociedade, atendendo às novas necessidades decorrentes do avanço da tecnologia como um grande meio de negócio.

Qual é o valor da hora do designer gráfico?

A média da hora trabalhada varia de R$ 50,00 a R$ 200,00. A definição da carga horária deve considerar os seguintes aspectos:

  • Material aplicado;
  • Urgência de entrega;
  • Elementos e imagens;
  • Tempo aplicado;
  • Valor agregado.

Essa variação deve ser analisada antes de enviar um orçamento, pois são elas que determinarão a complexidade do trabalho.

Designer gráfico pode ser MEI? 

Não. A atividade do designer gráfico não está elencada na listagem de atividades permitidas na legislação do Microempreendedor Individual, esta listagem passa por atualizações constantes, por isso é importante ficar atento.

Devido a essa limitação legal, o designer gráfico deve verificar outra natureza jurídica para abrir sua empresa. A próxima opção para abertura da empresa é o enquadramento tributário do Simples Nacional, mas o profissional que atua como designer gráfico também poderá atuar como um profissional autônomo, prestando serviços de forma esporádica, via projeto ou demanda, o que poderá alavancar suas finanças pessoais. 

Qual é a CNAE ideal para designers gráficos? 

CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) é a codificação responsável por definir as atividades comerciais, industriais ou de serviços que poderão ser realizadas pela empresa aberta, nos casos de designer gráfico, vamos verificar quais são os códigos aplicáveis. Além disso, esta classificação também constará em seu contrato social e cartão CNPJ

A escolha da CNAE correta, que realmente identifique a atividade exercida, é de fundamental importância, pois, a partir desse código, define-se qual é a tributação da empresa e, como já citado, a CNAE do designer gráfico não poderá ser tributada como MEI. Fique atento em identificar a classificação que realmente se encaixa nas suas atividades.

A seguir, confira os três códigos que o designer pode utilizar no momento da abertura da empresa:

  • 7410-2/99: 

 Atividades de design não especificadas anteriormente

Criação de logo, logotipo; serviços de
Design de templates para uso na internet; serviços de design gráfico
Diagramação
  • 7410-2/03 – Design de produto
  • 6201-5/02 – Web design

Conclui-se que o trabalho do designer gráfico tem aumentado de forma significativa no mercado. Portanto, ficar antenado às novas tendências será um divisor de águas em sua carreira.

Original de Contabilizei

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação