O governo federal liberou mais um canal de atendimento voltado para a contestação do Auxílio Emergencial. Agora os brasileiros que tiveram o pedido negado e acreditam que o resultado da negativa está errado, poderá fazer a contestação diretamente pelo site da Dataprev.

É importante pontuar que esse novo canal para contestação é recomendado apenas em casos específicos. Por exemplo, quando o beneficiário era menor de idade e que agora completou 18 anos. Ou ainda para quem era servidor público ou militar, mas que durante o período perdeu o vínculo com o Estado. E também é voltado para os trabalhadores que perderam o emprego, mas não possuem direito ao seguro desemprego ou ao BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda).

Anteriormente, em ambos os casos citados, não era possível solicitar a contestação do Auxílio Emergencial pelo aplicativo ou site da Caixa. Exatamente por isso, um novo canal foi liberado pela Dataprev, visando este grupo de possíveis beneficiários do auxílio.

auxilio emergencial

Novo canal de atendimento da Dataprev

Caso o cidadão deseje utilizar o novo canal de atendimento da Dataprev, será necessário inserir os seguintes dados:

  • Nome completo
  • Data de Nascimento
  • Nome completo da mãe
  • CPF

Logo em seguida, um botão de “contestação” sera exibido. O processo e também o cruzamento de dados serão como antes, onde a Dataprev processa os dados e em seguida envia os dados para homologação pelo Ministério da Cidadania. Ao fim de todo o processo os dados são enviados para a Caixa Econômica Federal para que os pagamentos possam ser realizados.

Caso o cidadão tenha a contestação negada, no portal de consultar será possível verificar todas as informações e o motivo da recusa do auxílio. Os últimos dados do dia 3 de agosto, apontam que ainda há 438,5 mil cadastros do Auxílio Emergencial em reanálise.