R$ 15 bilhões do lucro do FGTS: Caixa vai distribuir até agosto

Percentual liberado será definido pelo Conselho Curador do FGTS e as cifras chegam a R$ 15 bilhões. Entenda

Compartilhe
PUBLICIDADE

Assim como em 2022 e anos anteriores, em 2023, a Caixa Econômica Federal fará o depósito do lucro do FGTS aos trabalhadores. A grande maioria nem sabe do recurso extra, todavia, enquanto os valores depositados do fundo estão parados na conta, o governo utiliza o saldo para obter rendimentos que, por sua vez, são repassados aos cotistas anualmente. 

A Caixa tem como base o lucro dos bancos no ano anterior, este ano de 2023 está estimado em impressionantes R$ 15 bilhões, além do percentual que será estabelecido pelo conselho curador do FGTS. Esse conselho é composto por representantes dos trabalhadores, governo e empresas, buscando assegurar uma decisão equilibrada e justa para todos os envolvidos.

leia também: Lucro Do FGTS Foi De 15 Bilhões. Novo Depósito Ocorre Este Ano!!

O que é o FGTS?

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), diz respeito a um dos direitos dos trabalhadores brasileiros. Em suma, o benefício funciona como uma espécie de poupança a qual o cidadão pode retirar em determinadas situações previstas na lei, a exemplo de uma demissão sem justa causa. 

Os valores acumulados no fundo são oriundos de depósitos feitos pelo empregador, em um conta vinculada a Caixa Econômica Federal, no nome do funcionário. As quantias direcionadas ao FGTS são equivalentes a 8% da remuneração paga, entretanto, não se trata de um desconto salarial, como muitos acreditam ser. 

Dessa forma, os depósitos do FGTS são valores pagos além da remuneração, entretanto, passam por regulamentações que implementam regras relacionadas ao acesso ao dinheiro. Em resumo, descontos salariais são referentes às contribuições do INSS, ou do IRPF (se for caso). 

De todo modo, os valores do FGTS ficarão resguardados ao trabalhador, até que ele esteja habilitado a realizar o saque, e deseje retirar o dinheiro. No entanto, enquanto as quantias ficam paradas nas contas, elas passam por rendimentos que geram lucro aos governo que, por sua vez, partilham esses recursos entre os cotistas desde 2017. 

Imagem por @gustavomelossa / freepik / editado por Jornal Contábil
Imagem por @gustavomelossa / freepik / editado por Jornal Contábil

Sobre o Lucro do FGTS

Portanto, o lucro do FGTS diz respeito aos rendimentos acumulados pelo fundo, ao longo de 12 meses. Esse rendimento provém do uso dos recursos por parte do governo, para custear empréstimos, projetos de infraestrutura, financiamentos, entre outras finalidades. 

Diante disso, parte dos lucros obtidos por essas atividades são distribuídos entre os trabalhadores com saldo nas contas do FGTS. Os valores serão repassados aos trabalhadores até o dia 31 de agosto. O quanto cada pessoa vai receber é calculado com base no saldo total em 31 de dezembro do ano anterior.  Portanto é preciso considerar o seu saldo em 31 de dezembro de 2022.

Há dois anos, cerca de 99% do resultado foram distribuídos pelo conselho, de um valor que ultrapassou R$ 13 bilhões. Para cada cem reais presentes na conta do FGTS em 31 de dezembro, foram distribuídos R$ 2,75.

Leia também: Governo Vai Liberar Lucro Do FGTS Em 2023. Veja Quem Tem Direito De…

Como consultar o FGTS

Para ter acesso ao benefício que será disponibilizado pela Caixa, é importante conferir seu saldo no FGTS. Para isso há  várias formas: por meio de um serviço de SMS disponibilizado pela Caixa, pelo aplicativo FGTS ou pelo internet banking (para os clientes da Caixa). 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação