Receita abriu hoje a consulta do quarto lote da restituição do IRPF 2021

O valor referente ao 4.º lote será creditado no dia 31 deste mês de agosto.

Compartilhe
PUBLICIDADE

A restituição referente ao quarto lote do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2021, estará disponível para 3,8 milhões de contribuintes no final deste mês, 31 de agosto. Assim sendo, a Receita Federal, abriu hoje, terça-feira (24) a consulta da restituição do IRPF.

Conforme informações da Receita, 3,8 milhões de contribuintes terão acesso às restituições cujo valor corresponde a R$ 5,2 bilhões. Neste lote, parte deste montante (R$ 273,2 milhões)  será destinado a pessoas com prioridade como contribuintes com idade mais avançada, e portadores de alguma deficiência.  

Ademais, contribuintes não prioritários que entregaram a declaração devidamente até dia 16 agosto foram contemplados por este lote, segundo a receita. Este grupo soma um total de 3.710.930 pessoas. 

Quem está incluído no 4.º lote da restituição do IRPF 2021?

Como brevemente introduzido, o 4.º lote contempla contribuintes não prioritários que declararam até 16 de agosto, e outra parcela com prioridade legal. Confira: 

  • Idosos acima de 80 anos – 8.185 pessoas;
  • Contribuintes com idade entre 60 e 79 anos – 67.893 pessoas;
  • Contribuintes com alguma deficiência física ou mental, ou moléstia grave –  6.088 pessoas;
  • Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério – 26.647 pessoas.

Vale ressaltar que o pagamento referente a restituição do quarto lote relativo ao ano-base 2020, será realizado para estes grupos, dia 31 de agosto na conta bancária indicada pelo contribuinte na declaração. 

Como consultar se minha restituição foi liberada?

Para consultar se sua restituição não conta com possíveis pendências e está liberada, basta acessar o site ou app da Receita Federal. Conforme o órgão, será possível identificar se o contribuinte caiu na malha fina do leão, devido a algum erro, como informações cadastrais erradas, valor indevido, rendimento omitido, entre outros. 

Neste sentido, a consulta pode ser realizada da seguinte forma: 

  1. Acesse o portal E-CAC (Centro Virtual de Atendimento); 
  2. Vá em  “Meu Imposto de Renda (Extrato da DIRPF)”;
  3. Selecione a opção “Processamento”; 
  4. Em seguida, clique em “Pendências de Malha”; 
  5. Feito isso, você poderá conferir se há alguma pendência, bem como o motivo para esta, se houver.

Ps: se sua restituição estiver em condição de malha, a liberação só ocorrerá mediante a devida correção ou a comprovação que a declaração está correta. 

Ademais, vale lembrar que a Receita Federal ordena o pagamento, conforme a entrega da declaração, ou seja, quem declarar primeiro receberá de forma mais prévia a restituição, salvo os casos de contribuintes com prioridade legal. 

Restituição não creditada

Se a restituição por algum motivo não for creditada em sua conta, os valores ficam disponíveis para a retirada em até um ano no Banco do Brasil (BB). Contudo, será preciso realizar um reagendamento para o crédito dos valores, isto pode ser feito através dos seguintes canais: 

  • Portal do Banco do Brasil;
  • Central de Relacionamento do Banco do Brasil –  4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais municípios) e 0800-729-0088 (para deficientes auditivos).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil