var _comscore = _comscore || []; _comscore.push({ c1: "2", c2: "14194541" }); (function() { var s = document.createElement("script"), el = document.getElementsByTagName("script")[0]; s.async = true; s.src = (document.location.protocol == "https:" ? "https://sb" : "http://b") + ".scorecardresearch.com/beacon.js"; el.parentNode.insertBefore(s, el); })();

Saiba como acessar o RG, CNH e CPF diretamente pelo celular 

Por questões de praticidade e segurança, a digitalização de documentos tornou-se um processo necessário que já é realidade. 

Compartilhe
PUBLICIDADE

De modo geral, tem sido cada vez mais comum que cidadãos optem pelo meio digital para lidar com as atividades do dia a dia. Esta transição tem sido cada vez mais notada, a medida que consideramos os constantes avanços tecnológicos que estão causando transformações em diferentes âmbitos da vida em sociedade. 

Um aparente exemplo são os aplicativos bancários que, mediante ao provento do PIX, vêm sendo intensamente utilizados. A ferramenta do BC, criada ainda em 2020, já está entre as 3 maiores formas de pagamento escolhidas pelos brasileiros, superando até mesmo o cartão de crédito que já trouxe diversas facilidades. 

Em suma, optar pelo PIX ou até mesmo pelo cartão bancário, implica em uma maior segurança e praticidade, frente ao uso do dinheiro espécie que pode ser perdido, roubado ou furtado. Acontece que em qualquer uma das situações descritas, dificilmente o valor será recuperado, diferentemente das escolhas digitais que, em geral, fornecem recursos. 

Além disso, era de se imaginar que os documentos pessoais também entrassem nesse movimento de digitalização, afinal de contas, dinheiro não é o único “papel” presente no bolso dos brasileiros. Assim como as cédulas, documentações essenciais a todo cidadão também podem ser perdidas. 

Documentos digitais

Diante do cenário descrito, milhares de cidadãos já vem adotando os meios digitais para acessar suas informações pessoais, até porque o governo já disponibiliza versões dos documentos que podem ser acessados diretamente pelo aparelho celular, seja ele do sistema Android ou IOS. 

Em suma, os dados ficam disponíveis através de aplicativos cujo acesso funciona por meio de downloads nas lojas da Play Store ou App Store. Veja alguns documentos que podem ser baixados nos smartphones: 

  • Carteira de Trabalho Digital; 
  • Carteira de Identidade Digital; 
  • Carteira Digital de Trânsito; 
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH Digital); 
  • Cadastro de Pessoas Físicas (CPF Digital); 
  • Título de Eleitor (app e-título).  

Os aplicativos viabilizam o acesso das informações de uma maneira mais prática, além de muitas vezes ser a solução para quem perdeu a versão impressa do respectivo documento. 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil