Salário mínimo pode subir de R$ 1.212 para R$ 1.293

O INPC serve de base para o reajuste anual do salário mínimo,

Compartilhe
PUBLICIDADE

O salário mínimo pode ter seu valor alterado, subindo para R$ 1.293. O motivo está no fato da Secretaria de Política Econômica, ligada ao Ministério da Economia, ter elevado na quinta-feira (17) o INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) em 2022. De acordo com os cálculos do órgão, o valor passa de 4,25% para 6,70%.

É justamente o INPC que serve de base para o reajuste anual do salário mínimo, segundo estimativas do governo, em 2023, o piso nacional subirá de R$ 1.212 para R$ 1.293. Lembrando que se trata apenas de uma estimativa, já que esse cálculo não é definitivo, porque vai depender de como a inflação vai se comportar neste ano.

Ficando a inflação acima da estimativa de 6,70%, o valor do salário mínimo será ampliado para 2023. Tudo indica que o governo continuará usando a tática de não dar um ganho real para o trabalhador, ou seja, o piso nacional ter um valor acima da inflação.

A alegação do governo é que em cada real de aumento no salário mínimo gera uma despesa de R$ 365 milhões ao Executivo, de acordo com os números de 2022.

Como é calculado o salário mínimo?

O Governo Federal, no final de cada ano, realiza o cálculo para saber qual será o valor do salário mínimo no ano seguinte. O Executivo terá aumentar o piso nacional de acordo com a regra vigente.

Houve uma mudança de como definir o valor do salário mínimo para o trabalhador. Isso porque, até o ano de 2019, a correção do salário era realizada a partir de uma fórmula baseada no PIB (Produto Interno Bruto) — que reflete a soma das riquezas produzidas no país — de dois anos anteriores; e a inflação relativa ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), que é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No entanto, a partir de 2020, houve uma mudança no cálculo que passou a ter como base apenas o INPC para calcular o valor do salário mínimo. Essa mudança acabou não dando um ganho real ao trabalhador, que vem perdendo para a inflação. O valor do salário mínimo tem feito o brasileiro comprar menos, mudar hábitos e apelar para marcas mais baratas.

A Constituição Federal de 1988, no capítulo dos Direitos Sociais, define que o salário mínimo deve cobrir todas as necessidades do trabalhador e de sua família, ser unificado em todo o território nacional e reajustado periodicamente para garantir seu poder aquisitivo.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação