Taxa de mortalidade prematura por câncer no Brasil deve cair nos próximos anos

Mortes precoces provocadas pela doença devem cair 12% para os homens e 4,6% para as mulheres

Compartilhe
PUBLICIDADE

O Instituto Nacional de câncer prevê que as mortes precoces pela doença devem cair nos próximos anos. O câncer assusta, a doença é a segunda maior causa de mortalidade prematura no mundo para quem tem entre 30 e 69 anos, só perde para as doenças cardiovasculares.

Uma projeção divulgada esta semana por pesquisadores do Instituto Nacional do Câncer, o INCA prevê aumento nos casos em todo o país entre 2026 e 2030, uma tendência que é consenso entre os especialistas.

O aumento no número de casos está diretamente relacionado com a qualidade de vida, o sedentarismo, sobrepeso e obesidade, dietas cada vez menos saudáveis com alimentos industrializados, alimentos processados, todos esses são fatores decisivos para esse aumento.

Leia Também: Sem Tabu: Veja 6 perguntas que você sempre quis fazer sobre Câncer

Diminuição de mortes precoces

A boa notícia é que as mortes precoces provocadas pela doença devem cair 12% para os homens e 4,6% para as mulheres, para os especialistas, campanhas antitabagismo, vacinação contra o HPV e o diagnóstico precoce impactam nessa previsão.

A projeção foi realizada por pesquisadores do Instituto Nacional de câncer baseada na mortalidade prematura observada entre 2011 e 2015 em pessoas de 30 a 69 anos de idade.

Em contra partida, segundo INCA o câncer de intestino ou colo retal deverá apresentar maior aumento de risco de óbitos prematuros entre homens e mulheres neste mesmo período.

A doença já se tornou cada vez mais comum em pessoas com menos de 50 anos, o país deve registrar mais de 45 mil novos casos até 2025.

Leia Também: SES-SE destaca a importância da mamografia para o diagnóstico precoce do câncer de mama

Diagnostico precoce

Quando você diagnostica uma doença antes dela dar sintoma, ou seja, um diagnóstico precoce, as chances de cura aumentam exponencialmente.

Com o diagnostico é precoce, a taxa de sucesso é muito maior, as chances de cura, a recuperação do paciente é muito mais rápida.

Mas para se ter um diagnóstico precoce do câncer é preciso investir em alguns exames, que são chamados exames de rastreamento ou exames preventivos, eles vão ser indicados segundo a faixa etária da pessoa respeitando os principais causas de câncer.

Nas mulheres a partir dos 40 anos está indicado a mamografia, que deve ser realizada todos os anos, e com isso é possível ter um diagnóstico do grupo de risco para o câncer de mama, que são mulheres entre 40 e 69 anos.

A partir dos 50 anos a população geral deve realizar a colonoscopia, esse exame reduz a frequência do câncer de cólon e reto.

Para os pacientes fumantes é indicado a realização de tomografia de tórax anualmente, estudos apontam que há uma redução de 20% na mortalidade.

Para as mulheres também, o papanicolau é um exame que deve ser feito anualmente, a partir do momento que se inicia as atividades sexuais, com a realização deste exame pode se evitar o aparecimento de câncer de colo uterino.

Para os homens, é indicado realizar o exame de toque e o exame de sangue, que é chamado Antígeno Prostático Específico (PSA), para prevenção do câncer de próstata.

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre homens. Os exames são recomendados anualmente, mas o médico urologista é quem determina a frequência das consultas e exames.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação