Tecnologia: 5 desafios e 4 dicas de como se preparar para o mundo hiperconectado do 5G

Com velocidades de download e upload consideravelmente mais rápidas, maior capacidade de rede e latência ultrabaixa, a tecnologia 5G permite inovações

Compartilhe
PUBLICIDADE

A chegada da tecnologia 5G é um marco significativo, prometendo uma revolução na conectividade com maior largura de banda e menor latência, abrindo portas para uma série de novas aplicações e negócios.

No entanto, os avanços tecnológicos trazem novos desafios, e a segurança das redes móveis 5G não é exceção. À medida que aderimos a essa próxima onda, temos que estar mais atentos a segurança digital.

5G

 “O 5G representa uma evolução substancial em relação às suas predecessoras, 3G e 4G, sendo projetado para ser mais robusto e eficiente. Porém, essa robustez não isenta as redes 5G de enfrentar desafios significativos em termos de segurança”, destacou  Umberto Rosti é CEO da Safeway.

Leia também: Se Ligue! 5 Habilidades Para Dominar O Mundo Da Tecnologia Em 2024

Com velocidades de download e upload consideravelmente mais rápidas, maior capacidade de rede e latência ultrabaixa, a tecnologia 5G permite inovações em setores como finanças, contabilidade, saúde, indústria, transporte e comunicação. Mas, essa velocidade e eficiência também tornam as redes 5G mais vulneráveis a ameaças cibernéticas.

As organizações devem estar atentas a 5 desafios e 4 dicas para poderem fortalecer a resiliência cibernética.

Desafios de cibersegurança com o 5G

1. Maior superfície de ataque: Com mais dispositivos conectados e uma maior densidade de antenas, as redes 5G ampliam a superfície de ataque disponível para hackers. Cada dispositivo IoT (Internet das Coisas) conectado ao 5G representa uma possível entrada para um invasor.

2. Ameaças à privacidade: A coleta massiva de dados nas redes 5G pode levar a preocupações crescentes com a privacidade. A exposição de informações pessoais e sensíveis é um risco real, e medidas rigorosas de proteção de dados são essenciais.

Leia também: Como A Tecnologia Auxilia No Sucesso Do Contador?

3. Amplificação de ataques: A baixa latência do 5G pode ser explorada para amplificar ataques DDoS (Distributed Denial of Service), tornando-os mais devastadores. Além disso, ataques furtivos e rápidos podem ser difíceis de detectar, mesmo pelos Centros de Operações mais avançados (Security Operations Centers, os SOCs).

4. Fragilidades na autenticação: A autenticação é um ponto crítico na segurança do 5G. As redes devem garantir que apenas dispositivos legítimos tenham acesso, mas as técnicas de autenticação podem ser alvo de ataques de engenharia social e de força bruta.

5. Inteligência Artificial: Embora a IA e o aprendizado de máquina sejam usados para melhorar a segurança, também podem ser explorados por invasores. Os adversários podem usar algoritmos de IA para automatizar ataques e encontrar vulnerabilidades mais rapidamente.

Mitigando os riscos de cibersegurança com 5G

Cada vez mais, as corporações devem adotar algumas ações para ampliarem a segurança em um ambiente hiperconectado. São elas:

1. Criptografia forte: Implementar criptografia robusta para proteger a integridade dos dados transmitidos e armazenados nas redes 5G.

2. Segurança por design: Integrar medidas de segurança desde a concepção das redes e dispositivos 5G, considerando a segurança como uma prioridade desde o início.

3. Monitoramento contínuo: Estabelecer sistemas de monitoramento e detecção de ameaças em tempo real para identificar e responder rapidamente a possíveis violações de segurança, como SOCs avançados com IA.

Leia também: Investimento Em Tecnologia É Para Empresas De Todos Os Tamanhos

4. Zero trust: O uso da tecnologia Zero Trust é crucial para reforçar a segurança em redes 5G ao garantir que cada transação e acesso seja verificado continuamente, independentemente da localização do dispositivo ou usuário na rede. Isso é fundamental em um ambiente 5G distribuído, com inúmeros dispositivos IoT para fortalecer a segurança em um cenário de ameaças em constante evolução.

O 5G é uma revolução tecnológica que promete transformar a maneira como nos conectamos e interagimos com o mundo. Entretanto, seus benefícios vêm acompanhados de desafios significativos de cibersegurança.

“Para garantir um futuro seguro e confiável no mundo hiperconectado do 5G, é essencial abordar esses desafios com medidas rigorosas de segurança cibernética, colaboração global e inovação contínua. Somente assim poderemos aproveitar todo o potencial do 5G enquanto protegemos nossos dados e nossa privacidade”, finalizou Umberto Rosti.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação