Transferência de veículos agora pode ser feita pelo celular

Por meio do aplicativo os motoristas vão ter uma série de facilidades com a transferência do veículo

Compartilhe
PUBLICIDADE

A ATPV (Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo) agora poderá ser feita pelo aplicativo de celular Carteira Digital de Trânsito (CDT) disponível para celulares Android e iOS. O aplicativo guarda os dados da carteira de motorista e o documento do veículo que esteja em nome do condutor.

A modalidade de transferência pelo celular foi lançada na última terça-feira (31) sendo desenvolvida pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) para a utilização do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) que pode ser feita a partir de uma conta gov.br que é a plataforma de serviços digitais do governo.

Entenda a ATPV

O Documento Único de Transferência (DUT) agora deu espaço para a versão digital do documento, que se chama Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo (ATPV). De acordo com informações do Ministério da Infraestrutura, até o momento a transferência eletrônica está disponível para veículos que possuam documentos emitidos a partir de 1º de janeiro de 2021.

O novo mecanismo utiliza a chamada assinatura eletrônica avançada, que dispensa o reconhecimento de firma em cartório, tendo em vista que o documento do veículo já está armazenado digitalmente no aplicativo Carteira Digital de Trânsito.

Nessa primeira versão da assinatura eletrônica na CDT, será possível apenas realizar a venda de veículos por pessoas físicas para estabelecimentos comerciais integrados ao Registro Nacional de Veículos em Estoque (Renave).

Novas facilidades

A nova ferramenta possibilita a transferência eletrônica de propriedade, com a escrituração eletrônica de entrada e de saída dos veículos dos estoques das concessionárias e revendas, eliminando assim a utilização de despachantes, cartórios e demais intermediários.

A ATPV trará uma enorme praticidade e maior segurança para os cidadãos que poderão assinar a autorização diretamente pelo aplicativo (por meio da conta gov.br).

Com a novidade o proprietário do veículo, durante a compra ou venda não precisará mais se locomover aos departamentos estaduais de trânsito para a emissão do documento, ou ainda de se dirigir ao cartório para o reconhecimento de firma. O sistema também vai checar nas bases de dados do governo se existe algum impedimento para a transação. 

Por fim, com a nova funcionalidade, após entrega do veículo em um estabelecimento integrado ao Renave, não será mais necessário inserir a comunicação de venda, tendo em vista que o próprio sistema se encarregará de registrar a entrada do veículo no estoque do estabelecimento e as demais responsabilidades passadas diretamente para as revendedoras.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação