Uerj mantém auxílio-transporte para estudantes em situação de vulnerabilidade no RJ

Cotistas e em vulnerabilidade social comprovada vão continuar recebendo o benefício de R$ 300 até dezembro.

Compartilhe
PUBLICIDADE

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) efetivou o auxílio-transporte para estudantes da graduação. 

A partir de agora, alunos cotistas e em situação de vulnerabilidade social receberão um benefício no valor de R$ 300 para modalidade presencial e de R$ 50 para semipresencial.

Há poucos dias, a Uerj já havia decidido prorrogar o pagamento do auxílio-alimentação aos alunos da graduação e pós-graduação neste 2022.

Dessa forma, cotistas e em vulnerabilidade social comprovada vão continuar recebendo o benefício de R$ 300 até dezembro.

A medida sobre o auxílio-transporte tem o objetivo de continuar as ações tomadas durante a pandemia para reduzir a evasão escolar.

O reitor Ricardo Lodi afirma que, “A pandemia trouxe novos desafios na efetivação das políticas de assistência estudantis, que visam promover a manutenção dos estudantes na universidade”.

Os critérios para o recebimento do auxílio-transporte estão sujeitos às diretrizes da Pró-reitoria de Políticas e Assistência Estudantis (PR4) e disponibilidade de recursos orçamentários. 

Fatores como renda familiar per capita menor ou igual a um salário mínimo e meio, participação ativa e escrita em disciplinas, ter frequência acima de 75% nas atividades presenciais ou remotas e não ter passe livre universitário ou programa congênere pago por outra entidade pública serão considerados para receber o benefício.

Garantia de segurança alimentar

Sobre o auxílio-alimentação, a Uerj decidiu prorrogar o pagamento do auxílio-alimentação aos alunos da graduação e pós-graduação durante o ano de 2022.

O benefício de R$ 300 continuará sendo pago até dezembro para estudantes cotistas e em vulnerabilidade social comprovada.

“A intenção com essa medida é garantir a segurança alimentar dos nossos alunos.  Apenas o Restaurante Universitário do campus Maracanã será reaberto quando as atividades presenciais retornarem, nos demais campi estamos em fase de aprovação de projetos para construção de novos espaços para refeições”, afirmou Rodrigo.

Com isso, os alunos do campus Maracanã terão a opção de continuar recebendo o auxílio, ou voltar a ter a tarifa subsidiada pela Uerj no Restaurante Universitário.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitarconsulte Mais informação