URGENTE: Grupo UBS compra Credit Suisse por mais de 17 bilhões de reais

O Credit Suisse é um dos 30 maiores bancos do mundo, e sua forte queda na bolsa nesta semana gerou nervosismo no mundo financeiro.

Compartilhe
PUBLICIDADE

A maior instituição financeira da Suíça, o grupo UBS anunciou no domingo à aquisição do Credit Suisse, colocando um fim a crise que arrastou as ações de bancos de todo o mundo para baixo.

Essa venda foi feita pelo montante equivalente a 3,2 bilhões de dolares, ou seja, 17 bilhões de reais, quantia três vezes maior do que foi ofertado inicialmente.

O BS informou que com a aquisição, o grupo terá equivalente a 5 trilhões de dólares em ativos investidos.

O presidente da UBS deu uma declaração na sequência, falando que a compra tem dois cenários importantes.

Por um lado é algo bastante valioso para os acionistas do UBS, e por outro, foi um resgate de emergência para salvar o antigo concorrente, agora banco incorporado.

Leia Também: Quebra De Bancos Americanos Acende Alerta De Risco À Economia Global

Mercado financeiro

Esse acordo foi feito pelas autoridades financeiras da Suíça, para que o anúncio saísse justamente no fim de semana, e não após a abertura do mercado financeiro nesta segunda-feira.

Com o anuncio feito no fim de semana, a expectativa é que o ânimo dos investidores aumente, e a queda dos papeis do banco seja revertida, para uma alta.

Na semana passada o Credit Suisse teve varios problemas após anunciar inconsistências no caixa, o anuncio veio logo após a quebra de dois bancos nos Estados Unidos.

Porém o banco suíço ao lado de outros bancos europeus, já viviam uma situação delicada, desde a última crise econômica mundial que impactou a Europa com mais intensidade entre 2011 e 2012.

Leia Também: Entenda Como A Quebra De Bancos Norte-Americanos Pode Afetar O Brasil

A queda

O Credit Suisse é um dos 30 maiores bancos do mundo, e sua forte queda na bolsa nesta semana gerou nervosismo no mundo financeiro.

Alain Berset presidente da Suíça se pronunciou perante os ultimos acontecimentos, segundo ele “nos últimos dias várias marcados financeiros viveram turbulências significativas, essas turbulências desestabilizaram os bancos mais frágeis, e isso apesar de uma boa capitalização o Credit Suisse perdeu a confiança dos mercados”.

O Credit Suisse teve uma queda recorde na última quarta-feira, seu valor de mercado despencou para 7,5 bilhões de dólares.

A Presidente do Banco Central Europeu, Christine Lagarde, saudou neste domingo a ação rápida das autoridades suíças.

A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen e o presidente do Sistema de Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, celebraram o aquisição do Credit Suisse, “estamos satisfeitos com os anúncios feitos pelas autoridades suíças para apoiar a estabilidade financeira” disseram em um comunicado conjunto.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação