Presença Digital: A importância para sua empresa

0

As transformações digitais está aí para quem quiser ver.

Desde que as pessoas conseguiram ter acesso a internet por dispositivo móvel, o número de usuários conectados só cresce a cada ano.

Esse fato tornou a internet o melhor ambiente para quem quer conquistar clientes e fechar mais vendas sem precisar investir em materiais físicos ou deslocamento para a apresentação de produtos ou serviços.

Os objetivos diversos desses consumidores transformou a presença digital em uma condição essencial para a sustentabilidade de todo o tipo de negócio.

Se você preza o reconhecimento da sua marca e quer aumentar ainda mais a sua visibilidade nos meios digitais, continue neste post. 

O que é presença digital e por que ela é importante para a empresa?

Chamamos de “presença digital” ou “presença online” a forma como uma marca se posiciona nos meios digitais e como ela utiliza seus canais na internet para construir relevância, credibilidade e relacionamento com os consumidores. 

Já tornou-se uma prática comum entre os consumidores buscar na internet empresas e produtos de seu interesse, compará-los e então escolher a melhor opção.

A facilidade de encontrar empresas e produtos de seu interesse na web, tornou o ambiente digital a principal ferramenta usada pelos consumidores para conhecer nova opções de negócios.

Para Tercio Strutzel, especialista em Presença Digital, quando empresas e produtos não são facilmente encontrados na internet, a percepção que o consumidor tem é de que eles nem existem.

Já imaginou se todos que precisassem de algum produto em específico, tivessem que se deslocar até o estabelecimento?

Dificilmente compraríamos produtos importados, por exemplo.

Entender o quanto a presença digital é vantajosa para a sua marca é o primeiro passo.

Agora, é preciso saber como criar uma presença digital para garantir uma boa visibilidade e ter uma boa reputação perante seu público.

O que ajuda a empresa marcar presença no meio digital?

Muitos empreendedores acreditam que para garantir uma boa visibilidade na web é preciso estar presente em todos os ambientes digitais possíveis.

O que não é verdade. 

Quando a empresa ainda está no início da consolidação da marca, o importante é garantir a presença nos canais que seja possível atingir o público-alvo de maneira eficiente, ou seja, saber onde eles mais interagem.

Para isso, é importante conhecer as 3 variações de mídia que existem:

Mídia Paga

Como o próprio nome sugere, a mídia paga consiste no investimento em anúncios para aumentar o alcance de sua marca e ganhar destaque em relação aos concorrentes.

Exemplos disso são: links patrocinados, anúncios ou banners em blogs e sites, publicações promovidas no instagram e facebook, entre outros. 

Quem n]ão tem muita familiaridade com esse processo acredita até que essa é uma forma “errada” de ganhar visibilidade no meio digital, enquanto na verdade se trata de uma possibilidade das marcas alcançarem o reconhecimento que deseja.

Mídia Própria 

Todo conteúdo produzido, monitorado e controlado pela sua marca, como perfis de redes sociais, blog e também o próprio site da empresa é considerado mídia própria.

Para seguir com essa estratégia é importante estudar a concorrência, seu público-alvo, passando pelo objetivo da empresa.

Com conteúdos alinhados aos propósitos da sua empresa, fica muito mais fácil chamar a atenção de seu público-alvo, fazendo com que eles se tornem promotores número um da marca.

Mídia Espontânea 

Conhecida também como “mídia orgânica”, é a capacidade que sua marca tem em gerar engajamento do público por meio dos conteúdos produzidos sem que seja necessário algum tipo de pagamento.

Por exemplo, comentários nos posts das redes sociais.

Você pode usar esses feedbacks recebidos nas redes, sejam eles positivos ou negativos, para coletar informações e melhorar seu produto/serviço.

Além disso, o monitoramento dos feedbacks é fundamental para que seja possível controlar comentários e avaliações negativas antes isso possa prejudicar a reputação do negócio.

Uma das principais formas para conseguir mídia orgânica é por meio das estratégias de marketing, que você vai conhecer no próximo tópico.

Estratégias de marketing

Com a leitura até aqui, você entendeu a importância da presença digital para as empresas, além de conhecer algumas formas possíveis de levar a sua empresa para o meio digital.

Mas será que apenas criar contas nas redes sociais ou investir em anúncios é o suficiente? Com certeza não.

Para garantir bons resultados é preciso, antes, definir objetivos e, com eles, definir suas estratégias de marketing digital.

Para cada objetivo, vi existir uma estratégia de marketing digital diferente.

Conheça algumas destas estratégias e como elas ajudam na presença digital da sua marca: 

Marketing de conteúdo

No marketing de conteúdo, como o nome sugere, a empresa cria e compartilha conteúdos gratuitos de interesse do seu público-alvo com o intuito de atrair potenciais clientes e convertê-los. 

Diferente do que muitos ainda pensam, o marketing de conteúdo não é uma forma de promover a marca explicitamente, mas sim de atrair o público-alvo por meio de conteúdo educativos, como posts, ebooks, vídeos, white-papers, entre outros materiais.

O marketing de conteúdo é considerada a principal estratégia de marketing, pois a partir dela você consegue sustentar e desdobrar as demais.

Por exemplo, você pode usar a geração de conteúdos para direcionar o tráfego orgânico do site ou blog ou até mesmo aumentar a geração de leads qualificados. 

SEO

SEO é a sigla de Search Engine Optimization, que em português significa Otimização de Mecanismo de Busca.

Essa estratégia tem como foco principal potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados orgânicos de pesquisa dos buscadores.

Os mecanismos de busca, como Google e Bing, utilizam critérios a partir das pesquisas feitas pelo usuário para classificar se um determinado conteúdo é relevante ou não para aquele usuário de acordo com a busca feita. 

Conteúdos considerados relevantes pelos mecanismos aparecem nas primeiras posições nas páginas de pesquisa.

O trabalho com SEO não envolve pagamentos, diferente como acontece com anúncios pagos que você verá a seguir.

Anúncios pagos

Nessa estratégia, as empresas investem em publicidade para que sua mensagem tenha um alcance maior do que teriam somente com tráfego orgânico.

Quando a empresa paga pela promoção do conteúdo ela consegue impactar um grupo em específico de interesse da marca.

A mídia paga é essencial para todas as empresas que buscam uma melhora na visibilidade junto com um aumento de tráfego e receita, sem contar a interação dos usuários por meio de cliques com os conteúdos promovidos.

Em especial para negócios que estão começando e têm o interesse em criar uma base de clientes, mídia e anúncios pagos são ótimas formas de segmentar consumidores.

Inbound

Em uma explicação simples e breve, o Inbound é uma forma de criar experiências de valor para prospects e clientes com a promoção de conteúdos úteis e relevantes.

Na maioria das vezes, essa estratégia atrai organicamente o público-alvo da empresa, ou seja, sem precisar de nenhum tipo de pagamento.

Porém, também é possível alinhar o inbound à investimentos de mídia, por exemplo.

O grande benefício da junção dessas duas estratégias é conseguir divulgar conteúdos relevantes para um público específico, no momento certo, por meio de anúncios pagos bem segmentados. 

Remarketing

Aposto que um dia você já pesquisou algum produto ou serviço e, mesmo depois de algum tempo, continuou sendo impactado por eles em forma de anúncio nas redes sociais.

Esse é o famoso “remarketing”. 

O objetivo dessa estratégia é, de acordo com o comportamento de pesquisa das pessoas, mostrar mensagens que estejam dentro de seus interesses e necessidades. 

Com o remarketing, é possível aumentar significativamente as chances de conversão do usuário, justamente pelo fato dos anúncios serem exibidos apenas para as pessoas que desejam ver.

Principais mídias para aplicar suas estratégias de marketing

Agora que você já conhece melhor as estratégias de marketing, chegou a hora de saber onde você pode aplicá-las diretamente. 

Para isso, é importante que você já tenha uma ideia de quais são os principais canais utilizados pelo seu público para facilitar os esforços das suas estratégias.

Confira alguns dos principais canais:

Site

O site é vai ser o canal oficial da sua empresa.

Você utilizará ele para fornecer informações relevantes para o público, como meios de contato, endereço, produtos e serviços oferecidos, valores etc. 

Para criar um site para sua empresa, você pode fazer um cadastro no Google Meu Negócio, inserindo suas informações para o cadastro e, em seguida, a plataforma irá transferi-las para a criação de um site.

Além disso, o cadastro no Google Meu Negócio vai permitir que na hora da busca os usuários encontrem sua marca mais facilmente, por meio de um recurso da ferramenta chamada “ficha local”. 

Blog

O blog é o principal canal para trabalhar suas estratégia de conteúdo e uma ótima forma de mostrar ao seu público que sua empresa é autoridade na área de atuação.

A grande maioria das pessoas não sabem que têm uma necessidade e com os conteúdos do blog você consegue ajudá-los a suprirem essa necessidade antes mesmo que ela apareça.

É importante lembrar que os resultados dessa ação são de longo prazo.

Ou seja, existe um certo caminho a ser percorrido que envolve educar o público, ajudá-lo em suas dúvidas e, por último, a oferta de seu produto ou serviço.

Redes Sociais

Criar uma conta para a empresa nas redes sociais tornou-se a melhor forma de engajar o público com a marca, além de facilitar a comunicação entre ambos.

A todo momento, milhares de pessoas interagem nas redes sociais e, com esse público diverso, as chances de gerar novas oportunidades de negócios são grandes.

Cada rede social tem uma característica que vai definir o melhor tipo de conteúdo a ser postado, para gerar interação com o público daquele canal.

Por exemplo, ao configurar uma conta comercial no Instagram, o principal tipo de conteúdo postado na rede são são imagens e pequenos vídeos.

Benefícios da presença online

Agora que você já sabe qual é a importância da presença digital para o seu negócio e o que você pode fazer para construí-la, é hora de listar os principais benefícios dessa ação para a sua marca.

Confira:

Autoridade

Promover conteúdos de valor e qualidade para o público ajuda a criar uma visão de autoridade no assunto, construindo uma relação de confiança entre as pessoas e sua marca.

Com isso, com certeza, as pessoas se tornarão promotores da sua marca, ajudando ainda mais na visibilidade do negócio.

Visibilidade

A cada dia que passa, o consumidor está mais rigoroso para escolher uma empresa para investir seu precioso dinheiro, e a internet é onde eles escolhem, pesquisam e conhecem melhor as marcas que podem atendê-los.

Os consumidores gostam de conhecer mais a fundo sobre a marca e buscam feedbacks de outros consumidores até conseguir sentir confiança para comprar algum produto. 

Por isso, uma presença digital bem estruturada e alinhada te ajuda a atrair muitos consumidores que ainda não conhecem seus serviços.

Eficiência de segmentação

A interação do público com sua marca pelas redes é excelente para a segmentação de seu público. 

Quando você tem informações exatas sobre o perfil de seus potenciais clientes fica muito mais fácil conseguir impactá-los com a sua marca por meio de campanhas específicas.

Relacionamento com o público

O ambiente digital sempre vai ser o mais propício para uma interação rápida e informal.

Sem que você precise pedir, o público sempre está oferecendo feedback sobre a empresa nas redes.

Você pode usar essas informações para aperfeiçoar seus produtos ou serviços.

A proximidade que sua empresa consegue ter com o público pelas redes permite fazer uma análise mais profunda sobre o comportamento de cada um.

Fonte: vhsys