Auxílio Brasil: Saiba como se cadastrar!

Nesta quarta feira 20/10 foi anunciado pelo ministro da Cidadania João Roma que o Auxílio Brasil, programa do governo federal que vai substituir o Bolsa Família, entrará em vigor em novembro com reajuste de 20% em cima dos atuais valores do programa. 

“O programa permanente, que é o Auxílio Brasil, tem um ticket médio de acordo com a composição de cada família. Existem famílias que estão recebendo menos de R $100 e famílias que recebem até mais de R $500. Haverá reajuste de 20% sobre a execução de todo o programa permanente, que começa a ser pago em novembro”, afirmou Roma.

Ainda não se sabe o dia exato que Auxilio Brasil começará a ser pago. A única informação que se tem é de que o benefício entrará em vigor em novembro pois a última parcela do auxílio emergencial será paga em outubro.

Quem terá direito ao Auxílio Brasil?

Terão direito ao auxílio famílias em condição de extrema pobreza com renda mensal de até R$ 89 por pessoa, segundo o padrão atual do governo e famílias em condição de pobreza com renda mensal entre R$ 89 e R$ 178 por pessoa desde que essa família tenha jovens com idade abaixo de 21 anos ou gestantes.

Segundo a MP 1.061, que criou o Auxílio Brasil, a forma de ingressar no programa continuará a mesma, por meio do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). Assim, o governo deve continuar utilizando o Cadastro Único (CadÚnico) para selecionar quem terá direito ao Auxílio Brasil.

O que é CadÚnico?

É um instrumento utilizado pelo governo que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda. São consideradas famílias de baixa renda aquelas que possuem renda mensal por pessoa (renda per capita) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Como eu saber se estou cadastrado no CadÚnico?

Para saber se você está inscrito no Cadastro Único você pode fazer a consulta sem sair de casa. Pelo telefone 0800 707 2003. O horário de atendimento vai das 07h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h nos finais de semana e feriados. A ligação é gratuita.

Ou você pode consultar pelo aplicativo ou site Meu CadÚnico  

Atenção: O cadastro no CadÚnico não pode ser feito pela internet. O cidadão poderá somente consultar as suas informações pelo aplicativo ou site.

Como me cadastrar no CadÚnico?

Para fazer seu cadastro é muito simples, porém vale lembrar que o cadastro é realizado somente de forma presencial e por um membro da família, com idade mínima de 16 anos – preferência mulher

1° passo: Procure um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou na Secretaria de Trabalho e Ação Social de sua cidade.

2° passo: Apresente as informações de todos os membros da família e tenha alguns documentos em mãos:

  • CPF,
  • Certidão de nascimento,
  • Certidão de casamento,
  • Carteira de identidade,
  • Carteira de trabalho,
  • Título de Eleitor. 

Para facilitar o cadastro leve comprovante de endereço, comprovante de matrícula escolar caso haja criança e jovem com idade de até 17 anos. 

Famílias indígenas e quilombolas, além de apresentar todos os documentos acima citados é necessário apresentar o Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI).

Comentários estão fechados.