Cartão do Auxílio Brasil: Saiba quem tem prioridade no recebimento

Governo Federal já deu início a distribuição dos cartões do Auxílio Brasil

O novo cartão do Auxílio Brasil foi lançado em julho pelo Ministério da Cidadania, com uma versão moderna contendo chip e função débito.

O Governo Federal começou a entregar os Cartões do Auxílio Brasil no final de junho e até o momento não existe uma ordem de distribuição.

Porém o Governo estabeleceu uma prioridade para pessoas que ingressaram no Auxílio Brasil a partir do mês de dezembro de 2021, por não terem o cartão do benefício anterior.

Como funcionará o envio dos cartões?

O Ministério da Cidadania informou que no mês de junho foram emitidos 3,2 milhões de cartões Auxílio Brasil e que já foram enviados aos Correios para a entrega nos endereços indicados pelos beneficiários no Cadastro Único (CadÚnico). 

Por isso é extremamente importante manter a inscrição do CadÚnico devidamente atualizada. Não é necessário nenhuma iniciativa para fazer a solicitação da ferramenta.

Os beneficiários receberão o cartão, porta cartão e um folheto informativo que irá conter:

  • Funcionalidades do cartão;
  • Como cadastrar a senha do cartão;
  • Condicionalidades do programa;
  • Calendário de pagamento do programa;
  • Canais de atendimento do Ministério da Cidadania e da Caixa.

Caso você queira acompanhar o envio e recebimento de novos cartões, ligue para a central de atendimento da Caixa por meio dos telefones 0800-104-0104 ou 4004-0104.

Quais serão os gastos do governo com a troca dos cartões?

A previsão de gastos anunciada para a troca dos cartões do Auxílio Brasil ficou em torno de R$ 324 milhões. Sendo assim a medida foi questionada por deputados federais no Tribunal de Contas da União (TCU).

Os deputados dizem que a ação pode ser caracterizada como mau uso do dinheiro público, sendo a troca do modelo exclusivamente motivação eleitoreira.

Mudanças no benefício

O cronograma de pagamento do Auxílio Brasil deve ser mudado pelo governo de forma definitiva, onde os pagamentos passarão a serem feitos na primeira quinzena de cada mês.

Com isso o governo pretende começar a realizar o pagamento dos novos benefícios no dia 9 de agosto. Outra mudança importante é a respeito do valor do benefício que passará de R$ 400 para R$ 600.

Essas mudanças foram aprovadas na PEC das eleições aprovada na Câmara nesta quinta-feira (14), que autoriza o governo a gastar R$ 41,2 bilhões para conceder benefícios a menos de três meses das eleições.

Essas mudança tem o objetivo de desvencilhar de vez o Auxílio Brasil do governo de Jair Bolsonaro do Bolsa Família, criado pelo ex-presidente Lula.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.