Comprar e contratar serviços não deve ser uma dor de cabeça para ninguém. Com a vida corrida, o brasileiro busca, cada vez mais, soluções para automatizar e descomplicar as operações financeira do dia-a-dia. Com o intuito de facilitar a vida do brasileiro, a Acesso, empresa de tecnologia e serviços financeiros, disponibiliza o cartão pré-pago Meu Acesso, considerado um dos meios de pagamento que mais cresce no Brasil.

Dados da ABECS (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços) mostram que essa modalidade teve 48,5 milhões de transações nos primeiros nove meses de 2018 e movimentou R$ 7,5 bilhões no período, um crescimento de 64,1% em relação ao ano anterior.

Confira quatro situações em que ele pode ser usado e descubra suas vantagens:

1 – Gastos com familiares

Despesas com membros da família que geram uma demanda constante de pagamento podem gerar dor de cabeça. Idosos que dependem de alguém que precisam de dinheiro, ou de familiares que moram em outra cidade são exemplos. Nesse caso, ao invés de sacar dinheiro em cédulas e entregá-lo em mãos, é mais eficiente adquirir um cartão pré-pago, permitindo uma maior independência aos envolvidos.

2 – Despesas com empregados

Famílias que possuem funcionários em casa como diaristas, babás e motoristas muitas vezes precisam fazer um caixa com uma quantia em dinheiro para os seus gastos do dia-a-dia, como as compras no supermercado e abastecimento do carro. O cartão pré-pago surge como uma alternativa que oferece mais controle e simplicidade na gestão dos valores usados para estas despesas.

3 – Mesada para os filhos

A mesada dos filhos é uma prática comum entre pais que facilita a transferência de uma quantia mensal para os filhos e, ao mesmo tempo, ensinar na prática sobre educação financeira. Os cartões pré-pago são uma boa e segura opção para o pagamento de mesada, permitindo um maior controle sobre o que as crianças e adolescentes estão comprando, e evitando riscos de perda de dinheiro e assaltos.

4 – Despesas compartilhadas

Por fim, há os custos que costumam ser compartilhados por todos os membros da casa. Seja a despesa de combustível para o único carro da família, as compras de supermercados, a Internet do local ou até o bilhete de transporte público. O recomendável é escolher um método neutro e que permita que todos possam utilizar. O cartão pré-pago facilita o controle nesses casos, permitindo que todos possam conferir as despesas feitas.

* Juliano Motta é Chief of Operations da Acesso