DBE: Saiba o que é o Documento Básico de Entrada e como emitir o seu!

O DBE, também conhecido como Documento Básico de Entrada, é uma das documentações obrigatórias para dar início ao processo de abertura do CNPJ

Compartilhe
PUBLICIDADE

Ao abrir uma empresa, inicialmente são necessários alguns documentos para que todo o processo seja concretizado da forma correta. Por isso, é importante conhecer algumas siglas que fazem parte do processo, desde a abertura até o fechamento do CNPJ, que é o caso do DBE.

O DBE, também conhecido como Documento Básico de Entrada, é uma das documentações obrigatórias para dar início ao processo de abertura do CNPJ. 

Leia também: Qual A Importância, Como Solicitar E Emitir O DBE De Sua Empresa?

Neste conteúdo vamos abordar: 

  • O que é o DBE e para que serve?
  • Quais são os documentos necessários para a emissão do DBE?
  • Como é feito o cancelamento do DBE?
  • Dicas para a abertura de um negócio. 

Acompanhe a leitura!

O que é o DBE e para que serve?

O DBE é um documento disponibilizado pela Receita Federal a fim de facilitar alguns processos que envolvem o CNPJ. Desde a sua solicitação de abertura, alteração de cadastro, baixa, restabelecimento de inscrição e até o seu cancelamento. Ele também é necessário para outras movimentações que abrangem o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica

O DBE tem como função principal reunir informações sobre a empresa, como seu nome, endereço, atividade econômica, quadro societário, entre outras informações relevantes. Sendo um documento importante para garantir que a empresa está regularizada perante os órgãos governamentais, e para evitar problemas fiscais e legais no futuro.

Leia também: Como Consultar O CNPJ Da Empresa E Qual A Sua Importância?

Quais são os documentos necessários para a emissão do DBE?

O procedimento para a solicitação do DBE é bem simples e pode ser realizado de forma online! Para isso, faça cópias impressas de todos os documentos necessários e autentique em cartório.

Você pode realizar a solicitação de acordo com 2 portais: O Redsim ou pelo e-CAC, no site da Receita Federal. 

Vale ressaltar que as empresas registradas como MEI não têm permissão para emitir o DBE.

Os documentos necessários para a emissão do DBE são:

  • RG (Registro Geral)
  • CPF (cadastro de pessoa física)
  • Título de eleitor. 

Ao iniciar o processo de emissão do DBE pela Redsim, é feita uma consulta de viabilidade (para identificar se o DBE é permitido no local em que você vive, de acordo com a natureza da atividade que você quer realizar). Sendo aprovado, é possível realizar o preenchimento de outras informações necessárias no processo.

É importante acompanhar os prazos da situação do pedido de emissão do documento pelo site, no campo “Acompanhamento de Solicitação de CNPJ”. Para isso, você precisa dos dez números disponibilizados ao gerar o pedido e também dos números relacionados à identificação pessoal do profissional ou da empresa.

Quando o DBE for aprovado e não houver nenhuma pendência a ser corrigida, será atribuído um link para a impressão do documento. 

Após gerar o DBE, é necessário apresentar o documento no Órgão de Registro. (Devido a integração das Juntas Comerciais com a RedSim, o próprio órgão já realiza esse cadastro no CNPJ). 

Ao emitir o DBE pelo portal do e-CAC, será necessário fazer o cadastro e possuir um Certificado Digital. 

Como é feito o cancelamento do DBE?

Caso queira realizar o cancelamento do DBE, por alguma necessidade ou motivo, seja pelo fechamento da empresa, a expansão ou a junção com outra instituição empresarial ou qualquer outra razão, é necessário seguir alguns passos:

  1. Verifique a situação cadastral atual do documento.
  2. Acesse o portal da Receita Federal para realizar o cancelamento de forma online.
  3. Pelo portal, insira o número de identificação para localizar a sua conta.
  4. Preencha todos os campos exigidos e confirme o cancelamento do DBE.

Para microempreendedores, o cancelamento é feito pelo Portal do Empreendedor.

O processo é bastante simples. O Portal da Receita Federal é auto explicativo e te auxilia no passo a passo de todos os processos, bem como os preenchimentos das informações solicitadas.

Lembrando que, caso o motivo do cancelamento seja o fechamento da empresa, também será necessário fazer o cancelamento do seu CNPJ. 

Imagem por @rawpixel-com / Freepik / editado por Jornal Contábil
Imagem por @rawpixel-com / Freepik / editado por Jornal Contábil

Dicas para a abertura de um negócio

Ao iniciar o processo de abertura de uma empresa, a princípio são necessários diversos procedimentos para que tudo ocorra corretamente. Desde a emissão do DBE, CNPJ, entre outras documentações.

A seguir, separamos algumas dicas importantes para auxiliar no sucesso do seu negócio e manter todas as obrigatoriedades financeiras em dia.

Faça uma pesquisa de mercado

Antes de iniciar o processo de abertura do DBE, conheça o seu nicho de atuação. Para isso, veja qual área você se interessa, seja: moda, culinária, tecnologia, transporte, prestação de serviços, entre outros. Pesquise sobre os pontos negativos e positivos de cada uma das áreas de interesse. Não se esqueça de acompanhar os seus possíveis concorrentes, as principais demandas e oportunidades de cada nicho. 

Planejamento financeiro

A gestão financeira é uma das áreas principais para o crescimento de um negócio. Ao realizá-la sem a devida atenção e importância, poderá trazer prejuízos para a sua empresa ou até mesmo o seu fechamento. 

Para que não ocorra imprevistos, é fundamental que a gestão financeira do seu negócio contenha dados precisos, atualizados e assertivos. 

E ainda mais, acompanhe também todas as movimentações financeiras, desde as entradas e saídas, fluxo de caixa e tudo que envolve o financeiro do seu negócio.  

Invista em marketing

Com o avanço tecnológico e a imersão das pessoas no mundo online, investir em marketing se tornou uma estratégia essencial para os empreendedores que buscam o sucesso.

Portanto, defina as principais estratégias de marketing para seguir e alcançar o público ideal para o seu negócio. Para te auxiliar nessa definição, trouxemos algumas estratégias que nossos especialistas consideram importante:

  1. Defina o público-alvo e a persona ideal para o tipo de produto e/ou serviço que você oferece.
  2. Estude quais são as plataformas digitas que o seu cliente é mais presente. Afinal, não é eficaz estar em todas as redes sociais, somente para marcar presença, se o público que se interessa pela sua empresa, não está lá.
  3. Produza conteúdos conforme a etapa de funil em que o seu cliente se encontra (topo, meio e fundo).
  4. Mantenha um bom relacionamento com o cliente, no pré e pós venda. A fidelização é essencial!
  5. Invista em ferramentas e sistemas que podem automatizar os processos manuais, diminuir a chance de erros na gestão e facilitar o seu dia a dia.

Essas são apenas algumas, das muitas estratégias que você pode seguir, para alcançar o sucesso da sua empresa. O importante, é estudar constantemente o mercado e o seu cliente. Busque a eficácia e a eficiência acima de qualquer coisa. Feito isso, o sucesso e o dinheiro, são consequências de um bom trabalho!

Conte com uma ferramenta de gestão

Como dito anteriormente, a gestão da sua empresa é a peça chave para alcançar o crescimento e o sucesso.

Por isso, conte com uma ferramenta de gestão e torne os processos mais práticos e simples de serem controlados.

GestãoClick é o software ideal para empresas que buscam por facilitar os seus processos, automatizá-los, diminuir as chances de erros e otimizar o seu tempo. Com ele, você controla em poucos cliques, o seu financeiro, cadastra os seus clientes com as informações mais importantes para o atendimento, controla as suas vendas e seu estoque, emite notas fiscais e boletos. E muito mais!

Conheça todas as soluções que o GestãoClick oferece ao seu negócio e comece o teste grátis por 10 dias!

Conclusão

Por fim, podemos considerar que os documentos necessários para a abertura do seu negócio, são apenas o primeiro passo. Um bom planejamento estratégico e financeiro, são a chave para o sucesso. Além disso, esteja sempre atento às mudanças contábeis que podem ocorrer no decorrer do tempo.

Para você que é contador e chegou até aqui na leitura, nós também podemos facilitar o seu dia a dia. Além de otimizar todos os processos da contabilidade e colocar você totalmente integrado aos clientes, é possível ter uma renda extra, de até 30% do valor do plano adquirido, ao indicar o nosso sistema para seus clientes! Conheça mais sobre essa parceria, clicando aqui.

Ficou com alguma dúvida? Converse com um de nossos especialistas e comece hoje a potencializar a gestão da sua empresa!

Por Mariana Lobo

Original de GestãoClick

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação

Jornal Contábil