14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Sublimites do Simples Nacional 2023 são anunciados

Sublimites do Simples Nacional 2023 são anunciados

06/12/2022 às 09h51 Atualizada em 06/12/2022 às 12h51
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:

A denominação do sublimite tem criação pela Lei Complementar nº 155, de 2016 e está em vigor desde 2018. Tratam-se de limites diferenciados de receita bruta anual direcionados a Empresas de Pequeno Porte (EPP). O seu efeito é válido apenas para o recolhimento do ICMS e do ISS. 

Contudo, é importante mencionar que a aplicação dos sublimites depende da participação efetiva do Estado ou do Distrito Federal no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. 

Todavia, uma Portaria do Comitê-Gestor do Simples Nacional – CGSN nº 39, publicada no Diário Oficial da União de 29 de novembro de 2022, traz, para o ano-calendário de 2023, um sublimite único. Ficou definido que vigorará o sublimite de R$ 3,6 milhões para os Estados e o Distrito Federal.

A medida afetará o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e o Imposto Sobre Serviços (ISS) devidos pelas empresas enquadradas no Simples Nacional.

O que é Simples Nacional?

O Simples Nacional é um regime tributário criado em 2006 e tem como alvo as micros e pequenas empresas,  também MEIs. O objetivo desse regime de tributação é tornar mais fácil o recolhimento dos impostos pertinentes a essas empresas.

Todavia, é preciso que os empreendedores também se atentem ao sublimite do Simples Nacional. São limites diferenciados, baseados na receita bruta das empresas, que determinam o recolhimento do ICMS e do ISS.

Ou seja, uma vez ultrapassado esse sublimite, as empresas abertas devem fazer o recolhimento desses tributos fora do DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional). 

Leia também: Câmara aprova ampliação do limite de faturamento para Simples Nacional

Como saber se ultrapassei o sublimite do Simples Nacional?

A empresa ultrapassa o sublimite do Simples Nacional quando a sua receita bruta no ano é maior que os valores limites de faturamento determinados pela legislação.

Quando isso acontece, mas a empresa não excedeu o limite do Simples Nacional, ela não é desenquadrada desse regime tributário. Apenas precisa fazer o recolhimento do ICMS e do ISS separadamente.

Contudo, para prestadores de serviço, o ISS tem como cálculo a base no percentual determinado pelo município onde a empresa está localizada, que geralmente é entre 2% a 5% sobre o valor do serviço, e pago diretamente à prefeitura. O mesmo vale para comércio no que diz respeito ao recolhimento do ICMS. 

Quando o sublimite ultrapassa, o próprio aplicativo está apto a identificar e apresentar uma mensagem de esclarecimento, comunicando que o ICMS e o ISS deixarão de ter recolhimento pelo Simples Nacional e, a partir de qual mês.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
19°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

18° Sensação
2.06km/h Vento
48% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Sex 28° 15°
Sáb 28° 15°
Dom 30° 17°
Seg 31° 17°
Ter 31° 18°
Atualizado às 03h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,00%
Euro
R$ 5,86 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,36%
Bitcoin
R$ 379,309,23 +0,94%
Ibovespa
120,261,34 pts 0.53%
Publicidade
Publicidade