14°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Micro e Pequenas Empresas sofrem com a inadimplência

Micro e Pequenas Empresas sofrem com a inadimplência

20/10/2023 às 18h02 Atualizada em 20/10/2023 às 21h02
Por: Bia Montes
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O Serasa Experian, por meio do departamento de Dados do Indicador de Inadimplência das Empresas, apresentou um estudo, baseado no agosto de 2023, período o qual foram registradas mais de 6,59 milhões de empresas inadimplentes de todos os portes, sendo 5,82 milhões delas Micro e Pequenas Empresas (MPEs).

A comparação é com o mesmo período do ano de 2022, com uma variação foi de 5%.

Os números registraram um recorde da série histórica do levantamento.

"A persistente alta da inadimplência das empresas, que registramos pelo terceiro mês consecutivo, reflete a realidade onde os empreendedores se encontram diante do quadro econômico desafiador ainda presente. Empresas de menor porte são mais vulneráveis à inadimplência porque, geralmente, possuem menos fluxo de caixa e reservas financeiras limitadas para enfrentar emergências”, avaliou o vice-presidente de pequenas e médias empresas, Cleber Genero.

Cleber ainda ressalta que: “Dessa forma, entendemos que cultivar o controle econômico é fundamental para os donos de negócios, adaptando-se conforme necessário e empregando estratégias sólidas de planejamento, educação financeira e renegociação de dívidas, quando for o caso”.

Leia também: Micro E Pequenas Empresas Lideram Geração De Empregos

O mês de agosto

Em agosto, 53,2% das MPEs inadimplentes eram do setor de "Serviço", 38,6% do "Comércio", 7,7% da "Indústria" e 0,5% dos "Demais" que englobam companhias dos segmentos Primário, Financeiro e Terceiro Setor.

A quantidade foi de 39,9 milhões de dívidas negativadas, cujo valor chegou em R$ 95,8 milhões. Em média, cada companhia inadimplente possuía 6,9 contas atrasadas. 

Regiões do Brasil

Dividindo o Brasil em regiões, a avaliação do indicador mostrou que a maioria das MPEs com CNPJs negativados eram do Sudeste (52,5%) e a menor parcela do Norte (5,5%). Conforme o gráfico a baixo:

Os estados brasileiros que lideraram o ranking de inadimplentes foram São Paulo (1.884.189), Minas Gerais (539.780) e Rio de Janeiro (518.337).

Cenário nacional: agosto registrou recorde com 6,59 milhões de empresas inadimplentes

Considerando o levantamento nacional de todos os portes, o total foi de mais de 6,59 milhões de empresas inadimplentes, o maior número do ano e um recorde desde o início da série histórica do indicador.

Leia também: Contabilidade Para Micro E Pequenas Empresas: Saiba Como Fazer!

Metodologia

O Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas contempla a quantidade de empresas brasileiras em situação inadimplência, ou seja, possuem pelo menos um compromisso vencido e não pago, apurado no último dia do mês de referência. O Indicador é segmentado por UF, porte e setor.

Com dados do Serasa Experian

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
19°
Tempo limpo

Mín. 14° Máx. 28°

18° Sensação
2.06km/h Vento
48% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h45 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Sex 28° 15°
Sáb 28° 15°
Dom 30° 17°
Seg 31° 17°
Ter 31° 18°
Atualizado às 03h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,00%
Euro
R$ 5,86 0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,36%
Bitcoin
R$ 380,583,02 +1,28%
Ibovespa
120,261,34 pts 0.53%
Publicidade
Publicidade