Salário mínimo deve subir para R$ 1.192 em 2022

O salário mínimo vem sendo reajustado desde 2020 apenas pela inflação

O salário mínimo que está projetado pelo governo para 2022 é de R$1.169, podendo ter uma nova alteração, isso porque o INPC deve fechar o ano em 8,4%, o que vai pressionar ainda mais o Orçamento 2022. O Governo Federal está considerando uma inflação de 6,2% ao ano. Isso vai mexer com valores dos benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), já que os salários dos aposentados e pensionistas são reajustados de acordo com o piso nacional.

Isso significa que o salário mínimo passará de R$1.100 para R$1.192,40 em 2022, segundo informou a equipe econômica. O valor sendo confirmado, mostra uma elevação ainda maior do que a proposta de R$1.169 estimada pelo governo no Orçamento de 2022. O reajuste fará o teto do INSS subir de R$6.433,57 para R$6.973,99.

O Ministério da Economia continua acreditando que o PIB (Produto Interno Bruto) ficará em 5,3%, conforme as previsões que estão na grade de parâmetros da Secretaria de Política Econômica (SPE), divulgada nesta quinta-feira (16).

Já para o ano que vem, o Ministério da Economia estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2,50%.

O salário mínimo vem sendo reajustado desde 2020 apenas pela inflação, com base na estimativa do INPC. Significa que não está havendo um “aumento real”, diminuindo o poder de compra do trabalhador. Isso porque, o salário aumenta, mas os preços também sobem.

Até 2019, a política de reajustes considerava a inflação do ano anterior, medida pelo INPC, mais o resultado do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes, para aumentar o salário mínimo. Ou seja, o piso nacional tinha um aumento real, acima da inflação, sempre que houvesse crescimento econômico no país.

Porém, em 2017 e 2018, o salário mínimo teve um reajuste apenas com base no INPC, isso porque o PIB dos anos anteriores (2015 e 2016) sofreu retração. O governo do presidente Jair Bolsonaro passou a repor apenas as perdas, após mudanças na lei.

Qual o valor que será pago na guia do INSS no ano que vem?

Os brasileiros que realizam o recolhimento do INSS como contribuinte facultativo ou individual e que recolhem sobre o valor do salário mínimo, até 15 de janeiro de 2022, vão poder fazer o pagamento da contribuição do mês de dezembro de 2021, ou seja, ainda no valor de R$1.100.

No entanto, a partir do mês de fevereiro do ano que vem, o recolhimento terá como base o novo salário mínimo, que se confirmando, ficará em R$1.192,40.

Quem recebe benefícios equivalentes a um salário mínimo, terá um reajuste de acordo com o piso nacional, sendo assim, o aposentado que recebe R$1.100 passará a receber R$1.192,40 em 2022 (caso não ocorra novas mudanças na projeção do índice da inflação).

Comentários estão fechados.