Tesouro Direto capta R$ 3,33 bilhões em outubro

O título mais demandado pelos investidores foi o Tesouro Selic

Compartilhe
PUBLICIDADE

No mês de outubro, registrou-se um total de 582.581 transações de investimento em títulos do Tesouro Direto, totalizando um montante de R$ 3,33 bilhões.

Durante esse período, os resgates alcançaram R$ 2,67 bilhões, resultando em uma emissão líquida de R$ 659,6 milhões.

As aplicações de até R$ 1 mil representaram 63,1% das operações de investimento no mês, com um valor médio por operação de R$ 5.708,87.

Títulos

O título mais procurado pelos investidores foi o Tesouro Selic, responsável por R$ 2,09 bilhões em vendas, correspondendo a 62,8% do total.

Os títulos indexados à inflação (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, Tesouro RendA+ e Tesouro Educa+) somaram R$ 866,8 milhões, representando 26,1% das vendas, enquanto os títulos prefixados (Tesouro Prefixado e Tesouro Prefixado com Juros Semestrais) totalizaram R$ 370,0 milhões, equivalendo a 11,1% do montante total.

No que diz respeito aos resgates antecipados, os títulos indexados à taxa Selic predominaram, alcançando R$ 1,73 bilhão (64,8%).

Os títulos remunerados por índices de preços (Tesouro IPCA+, Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais, Tesouro IGPM+ com Juros Semestrais, Tesouro RendA+ e Tesouro Educa+) totalizaram R$ 651,4 milhões (24,4%), enquanto os prefixados somaram R$ 285,9 milhões (10,7%).

Quanto ao prazo de vencimento, a maioria das vendas concentrou-se em títulos com prazo entre 5 e 10 anos, representando 49,7% do total.

As aplicações em títulos com vencimento acima de 10 anos corresponderam a 17,9%, enquanto os títulos com vencimento de 1 a 5 anos compreenderam 32,4% do total.

Leia Também: Economia: Fazenda Diminui Previsão Oficial De Crescimento Do PIB

Investidores ativos 

No período em questão, o número total de investidores ativos no Tesouro Direto, representando aqueles que possuem atualmente saldos em aplicações no programa, alcançou 2.427.088 pessoas.

Esse valor reflete um acréscimo de 23.598 investidores ao longo do mês.

Quanto ao número de investidores cadastrados no programa, houve um aumento significativo de 360.887, o que equivale a um crescimento de 21,3% em relação a outubro de 2022, totalizando 26.161.352 pessoas.

Vale ressaltar o notável crescimento na faixa etária de até 15 anos, impulsionado pelo recente lançamento do Tesouro Educa+.

No mês de outubro, 6,7% do total de novos investidores cadastrados situavam-se nessa faixa etária, em comparação com o percentual de 0,7% de investidores nessa mesma faixa etária no total geral de investidores cadastrados.

Leia Também: Haddad Afirma Que Desoneração Da Folha É Inconstitucional

Estoque do Programa

Em outubro, o montante total do Programa atingiu R$ 125,0 bilhões, apresentando um aumento de 1,3% em relação ao mês anterior, quando estava em R$ 123,4 bilhões.

Os títulos remunerados por índices de preços continuam a ser os mais representativos do estoque, totalizando R$ 61,5 bilhões, o que corresponde a 49,2% do total.

Em seguida, encontram-se os títulos indexados à taxa Selic, somando R$ 46,3 bilhões (37,1%), e os títulos prefixados, que alcançaram R$ 17,2 bilhões, representando 13,8% do total.

No que diz respeito ao perfil de vencimento dos títulos em estoque, a parcela com vencimento em até 1 ano atingiu R$ 17,5 bilhões (14,0%).

Já a parcela do estoque vincendo de 1 a 5 anos totalizou R$ 56,5 bilhões (45,2%), enquanto o montante acima de 5 anos somou R$ 51,0 bilhões (40,8%).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar. Aceitar consulte Mais informação