4 dificuldades para entregar as obrigações fiscais a tempo

0
503

Um dos grandes desafios que muitos brasileiros enfrentam é conseguir comprimir com todas as obrigações fiscais acessórias que a legislação impõe. Além de pagamento de tributos, o governo obriga que as empresas apresentem mensalmente ou anualmente muitas declarações e comprovantes.

Entre tantas obrigações muitas pessoas ficam confusas e com dúvidas na elaboração ou transmissão das mesmas. Além disso, frequentemente o Fisco faz alterações ou cria obrigações acessórias que caso a empresa não cumpra fica sujeita a multas e autuações fiscais.

Neste artigo vamos apresentar quais são as principais para que seu negócio esteja em dia com o Fisco. Apresentaremos logo abaixo as maiores dificuldades encontradas por diretores quando vão cumprir as obrigações e apresentaremos formas simples e eficazes de resolvê-las.

Quais são as principais obrigações fiscais?

As obrigações fiscais acessórias, em grande parte, são determinadas pela modalidade de tributação na qual a sua empresa se enquadra. A mais simples são as prestadas pelas empresas que optam pelo Simples Nacional.

No caso dessas empresas, a principal obrigação é o envio da declaração mensal do Simples Nacional.

Empresas que são tributadas pelo lucro real e presumido possuem maiores obrigações fiscais a serem enviadas. Podendo ser mensais ou anuais, ocorrendo nos limites federais, estaduais e municipais.

Na federal encontramos obrigações mensais como o SPED, Contribuições, declaração que informa a apuração do PIS e COFINS incidentes sobre as vendas ou serviços prestados e o SPED Fiscal (no caso de empresas que fazem compra e venda de produtos), com o intuito de informar a apuração do ICMS incidente sobre as vendas.

Todo ano são enviados o SPED Contábil, assim como o SPED ECF, que foi criado para substituir a DIPJ.

Já na estadual há a DIEF e a DOT. Apesar de ser enviada à Fazenda Estadual,  servem para o conhecimento das operações de compra e venda realizadas.

Em relação à municipal, cada prefeitura pode impor as próprias obrigações fiscais, devendo a empresa cumpri-las no prazo determinado. Tendo em vista as obrigações fiscais veja as 4 maiores dificuldades encontradas a seguir.

Confira as 4 dificuldades para entregar as obrigações fiscais a tempo

– Difícil compreensão de informações

Os dados sobre as obrigações fiscais foram feitos para pessoas especialistas no assunto. Assim o gestor, que em grande parte das vezes é leigo no assunto, não verifica as informações corretas e de fácil entendimento sobre as obrigações, dificultando muito cumpri-las.

– Não há uma assessoria especializada

Do mesmo jeito que as informações não são bem entendidas por gestores, não há uma assessoria especializada para cada tipo de obrigação. E como escritório de contabilidade são ocupados com outras questões, algumas dúvidas sobre essas obrigações não são respondidas por eles.

– Empecilhos com softwares na geração das obrigações

Outro grande problema encontrado pelos gestores é em relação com problemas de softwares de emissão das obrigações. Como falado anteriormente, por conta do Fisco se atualizar com muita frequência, todos os softwares devem acompanhar essas mudanças e atualiza-las.

– A dificuldade em operar os programas transmissores das obrigações

Como dito anteriormente, a grande dificuldade é por conta dos softwares transmissores que são disponibilizados pelos órgãos do governo federal ou estadual na transmissão das obrigações. Muitos desses programas possuem informações altamente técnicas e difícil entendimento.

Em vista de todas as dificuldades, como resolve-las? Veja, a seguir, dicas de como transformar o cumprimento das obrigações muito mais simples:

Tenha uma equipe preparada para atender às obrigações fiscais

Mesmo que se tenha um ótimo profissional de contabilidade em sua empresa, é necessário que tenha uma equipe interna, que cuidará de todas obrigações fiscais, e esteja bem atualizada às frequentes alterações.

Contrate um software confiável para o envio das obrigações

Você já sabe que um dos problemas são em relação a softwares de transmissão, sendo assim, é muito importante escolher o melhor serviço, que atenda à Legislação Fiscal e que se adapte ao seu negócio.

A veracidade e confiabilidade das informações que serão passadas pelo software devem passar por análises de um profissional da contabilidade.

Mantenha os documentos fiscais organizados

A principal dica é manter a organização para as transmissões das obrigações fiscais. Quando todos os documentos fiscais de entrada e saída estão devidamente organizados, tudo se torna mais simples.

Lembrando que toda obrigação fiscal deve ser analisada por um contador.

Vi sticorp

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Coloque seu comentpario
Coloque o seu nome

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.