O avanço da tecnologia cresce a passos largos e vêm contribuindo para diversas áreas de trabalho, como por exemplo, a jurídica.

Se antes o trabalho manual era realizado somente por advogados e funcionários administrativos, hoje observamos uma grande demanda de robôs que otimizam o andamento de processos e aumentam a produtividade dos escritórios de advocacia.

“Com essa tecnologia a empresa pode realizar consultas processuais em grandes volumes e até realizar levantamento de valores e outras informações, após nossos robôs capturarem diversos dados documentais” explica João Drummond, CEO da Crawly , startup especializada na criação de robôs personalizados para automação de rotinas de dados.

Outra área que observa um “boom tecnológico” é a imobiliária, que usa robôs de coleta de dados para gerar insights e trazer informação de diversos sites, simultaneamente e em grande volume.

Esses robôs de captura de dados podem encontrar inúmeras informações sobre preço médio de uma região, “tempo de prateleira” de imóveis tanto para venda quanto para aluguel, cruzamento de dados de IPTU e registro de imóveis, enriquecimento com dados do IBGE, dentre outros.

Já a área fiscal é outro setor que vem sendo beneficiado com o uso do RPA. De acordo com uma pesquisa do Banco Mundial, o Brasil gasta mais de 1500 horas para pagamentos de tributos no ano.

Auxiliando as empresas a otimizar tempo e ter resultados assertivos, a Dootax , startup especializada em simplificação de tarefas fiscais, oferece soluções para a otimização de pagamentos de tributos Federais, Estaduais e Municipais, como IPI, PIS, COFINS, GNRE, DIFAL, ICMS, entre outros, por meio de um software que atua com a utilização de Robotic Process Automation (RPA), operando em escala de 24 por 7 e agilizando os processos.

“Em poucas palavras, automação fiscal é deixar o trabalho manual, repetitivo e que não agrega valor algum, nem para o profissional que executa, nem para a empresa, à cargo dos robôs”, explica Thiago Souza, co-founder e head de marketing da empresa.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a startup vem se destacando por minimizar a burocracia e auxiliar com eficácia as empresas do ramo hospitalar, que precisam agir depressa.

Como no caso da multinacional GE Healthcare. A empresa produz e distribui respiradores, máquinas de ultrassom e tomografia para grandes hospitais e os processos que antes demoravam várias horas e se a necessidade do hospital fosse em feriado ou fim de semana teria de aguardar pelo dia útil seguinte, agora são feitos em minutos, através do uso do software de automação fiscal.

Além de empresas de diversos setores, a startup também beneficia operações que atuam no e-commerce, agilizando os processos de logística para entregas interestaduais, graças à automação da parte fiscal para emissão e pagamento de GNRE que deve ser feito antes do transporte.

Aumento na utilização em âmbito mundial

A automação robótica de processos é uma forte tendência desse movimento de modernização das empresas, como foi apontada pelo estudo Global Industry Vision.

Até 2025, a expectativa dos pesquisadores é que 10% das tarefas das empresas usarão essas soluções de automação no dia a dia do trabalho.

Por Thiago Souza, co-founder e head de marketing da Dootax