Auxílio Emergencial, saiba se você vai receber R$ 150, R$ 250 ou R$ 375

0

O Auxílio Emergencial está cada vez mais próximo de ser liberado aos cidadãos. A PEC Emergencial que viabilizava o pagamento do benefício já foi aprovado pelo Senado Federal e vai para a votação na Câmara dos Deputados está semana.

Caso a medida seja aprovada também na Câmara a mesma será promulgada e então o governo poderá editar uma Medida Provisória (MP) para autorizar os novos pagamentos, bem como o valor das parcelas, tempo de duração e todas as exigências da nova prorrogação.

Confirmações

O que temos confirmado atualmente é de que o Auxílio Emergencial terá um total de quatro parcelas, sendo elas referentes ao mês de março, abril, maio e junho. De acordo com declarações do presidente da república Jair Bolsonaro, o valor será de R$ 250. Contudo membros do governo vem estudando uma forma diferente de liberar o benefício.

O governo agora estuda liberar valores diferentes dependendo do número de membros da família bem como a condição. Veja à seguir os três novos valores e quem deve receber cada um deles:

Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Auxílio Emergencial de R$ 150

O valor de R$ 150 estudado pelo governo será destinado as famílias cuja composição é de apenas uma única pessoa. Vale lembrar que para este grupo o governo ainda não está decidido e pode liberar outros valores, sendo R$ 125 ou R$ 175.

Auxílio Emergencial de R$ 250

O valor relativo aos R$ 250 será o valor padrão do auxílio emergencial. Quando dizemos valor padrão o mesmo está relacionado ao valor que mais deve ser pago aos beneficiários do programa. Onde esse valor será pago as famílias que possuem dois ou mais membros, com exceção das mães chefes de família que terão direito à um valor maior.

Auxílio Emergencial de R$ 375

O valor de R$ 375 é o maior valor que o governo quer pagar na nova prorrogação do auxílio emergencial. O mesmo será destinado exclusivamente às mães chefes de família. O valor de R$ 375 é 50% maior que o valor que será padrão que é R$ 250.

Vale lembrar que no ano passado as mães chefes de família recebiam duas cotas de pagamento, onde nas parcelas de R$ 600 elas recebiam R$ 1.200 e nas parcelas residuais de R$ 300 elas recebiam R$ 600.

Quando começam os pagamentos?

Está é uma pergunta que ainda não está clara, mas, de acordo com os senadores que apoiam a medida e trabalham pela aprovação da PEC, a pretensão é que os pagamentos comecem ainda este mês. A partir do dia 18/03, para beneficiários do Bolsa Família, e a partir do fim de março para os demais.

Contudo, para que isto possa acontecer a Câmara precisa aprovar a PEC Emergencial e o governo precisará enviar um projeto de lei ou medida provisória com as definições de pagamento da nova rodada para que o pagamento possa acontecer, realmente, a partir do dia 18 de março.