Avaliação social: Portaria permitirá ao cidadão escolher a forma de atendimento

INSS autoriza avaliação social por videoconferência

Na ultima terça feira foi publicado no Diário Oficial da União a Portaria nº 978/2022 que regulamenta a avaliação social de pessoas com deficiência, realizada pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) , por meio de videoconferência.

A medida tem por objetivo utilizar a modalidade remota para a avaliação social obrigatória para a adesão do BPC (Benefício de Prestação Continuada) de pessoas com deficiência.

Como as avaliações funcionaram?

A partir de agora a avaliação será feita no Meu INSS e na Central de Atendimento 135, assim ficará a disposição do cidadão escolher a forma do atendimento, podendo ser de forma presencial ou remota.

A avaliação social poderá ser feita em entidades parceiras ou nas dependências do INSS, caso a escolha do cidadão for presencial ele terá que comparecer ao endereço indicado pela instituição, no dia e hora que foram agendados posteriormente para o atendimento. 

Caberá às superintendências da região indicar os lugares que farão o atendimento de Avaliação Social da Pessoa com Deficiência Remota, conforme a capacidade de cada uma para realizar os atendimentos.

Os agendamentos indevidos, que não possuam relação com o Benefício Assistencial da Pessoa com Deficiência e que não tenham número de protocolo válido, poderão ser cancelados previamente pelas unidades.

Caso seja necessário uma junta de relatórios, pareceres ou outros documentos institucionais ou multiprofissionais para subsidiar a avaliação social, será necessário, ao beneficiário, apresentar um termo de consentimento, conforme apresentado em anexo da portaria.

Os documentos e formulários necessários ao processo deverão ser digitalizados e enviados ao profissional do serviço social, via e-mail institucional.

A Avaliação social é responsável por avaliar os fatores ambientais, sociais e pessoais, ao passo que a Avaliação médico-pericial analisará as funções do corpo e ambos avaliarão a limitação do desempenho de atividades e a restrição da participação social da pessoa com deficiência, segundo suas especificidades

Objetivos da medida

  • Utilizar a modalidade remota para a avaliação social obrigatória para a adesão do BPC (Benefício de Prestação Continuada) de pessoas com deficiência
  • Acabar com supostas práticas irregulares cometidas nas perícias médicas por conta do INSS

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.