Começou o pagamento do saque-aniversário do FGTS – Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, que vai permitir que seja feita uma retirada anualmente de parte do saldo das contas ativas ou inativas.

Os primeiros a receber serão os nascidos nos meses de janeiro e fevereiro. São mais de 530 mil pessoas que receberão um valor superior a R$ 896,4 milhões, segundo informação da Caixa Econômica Federal.

Por outro lado, a Caixa liberou um aplicativo App FGTS, para quem desejar receber o dinheiro direto na conta corrente de qualquer banco. O prazo para aderir ao saque-aniversário termina sempre no último dia útil do mês de aniversário do trabalhador.

A modalidade é opcional e deve ser informada à Caixa. Quando você opta pelo benefício, precisa escolher uma data para que o valor esteja disponível no 1° ou 10 ° dia do mês de seu nascimento. Mas, se a pessoa escolher o 10° dia do mês de seu aniversário, vai estar sujeito aos juros e atualização monetária sobre o mês do saque.

Por outro lado, escolhendo a modalidade, irá perder o direito de sacar o valor integral dos depósitos se for demitido, porém, o acesso à multa rescisória de 40% do valor pago pela empresa por demissão sem justa causa permanecerá igual. Do mesmo modo, o saque por aposentadoria ou doença grave também não poderão ser bloqueados.

Escolhendo o saque-aniversário, o trabalhador deverá acessar o App FGTS, ou site da Caixa, em seguida clicar em Meu FGTS, abra a tela Saque-Aniversário, depois concordar com os termos e clicar em Aderir ao saque-aniversário.

Sendo que o resgate, seguirá outras datas e se o valor não for retirado dentro do prazo estabelecido, o valor da parcela voltará para o fundo.

Calendário

O valor irá variar conforme o saldo de cada conta. Além de um percentual, irá receber um adicional fixo, de acordo com o total da conta. São sete faixas de pagamento, que vão de 5% a 50% e a parcela adicional poderá chegar até R$ 2.900.

Confira a tabela: