Cartão de crédito: Veja como usá-lo corretamente

0

O cartão de crédito pode ser um grande aliado quando usado corretamente, caso contrário, você irá afundar em dívidas.

Em tempos de instabilidade econômica, é preciso manter as finanças organizadas e para aqueles que gostam de viajar, o mais indicado é escolher países com baixo custo de vida.

Para ajudá-lo neste momento, consultamos o especialista em finanças Hélio Laniado, que trabalha no mercado financeiro desde 1988 e escreve em diversos portais como Hlinvestimentos e Biva.Digital.

Entenda como você pode economizar em viagens internacionais diante da alta do dólar e do euro.

Onde ir com a alta do dólar?

Se você está planejando uma viagem para o exterior, seja apenas por lazer ou para comprar alguns produtos, existem alguns países em que o real é mais forte e que será mais vantajoso.

Outro motivo que atrai muito brasileiros a viajarem para estes países, é a possibilidade de comprar produtos mais baratos, porém é preciso cuidado para que a euforia durante a viagem, não se transforme em uma grande dor de cabeça ao receber a fatura do cartão de crédito.

Segundo o especialista em finanças e investimentos Hélio Laniado, é preciso ter cautela ao utilizar o cartão de crédito, principalmente para aqueles que possuem dificuldades em controlar os gastos.

A facilidade de uso proporcionada pelo cartão de crédito, pode se tornar uma grande armadilha nas mãos daqueles que não sabem poupar.

Por isso pesquise muito antes de escolher o seu próximo roteiro de viagem, até mesmo para evitar problemas.

Para ajudá-lo, separamos 3 destinos onde o real é valorizado.

Colômbia

A Colômbia tem belíssimos destinos turísticos como Cartagena e San Andrés, cidades famosas por suas praias paradisíacas.

O custo de vida na Colômbia é relativamente baixo, com apenas 1 real é possível comprar 709 pesos colombianos.

O clima e a culinária colombiana são muito parecidas com o do Brasil, o que torna a viagem ainda mais agradável.

Existem muitas promoções de passagens áreas sendo ofertadas pelas agências de viagens e quanto mais você antecipar a compra, maiores serão os descontos.

Para quem não possui dinheiro no momento, mas não quer perder a oportunidade, vale à pena se programar e utilizar o cartão de crédito, para pagar em parcelas que caibam no seu orçamento.

África do Sul

Muitos pessoas não sabem mas a África do Sul é uma ótima opção para quem deseja fazer um intercâmbio ou conhecer uma nova cultura.

Embora a maioria dos idiomas oficiais sejam de origem africana, o inglês também está entre elas. 

1 real custa 3,23 rend, que é a moeda local da África do Sul.

Devido a valorização do real, acaba sendo mais atraente para os brasileiros, na Cidade do Cabo há praias muito bonitas, como: Clifton Beach, Camps Bay e Boulders Beach.

Lembre-se sempre de utilizar um cartão de crédito internacional e verificar a cotação utilizada pelo seu banco, para não ter surpresas desagradáveis quando a fatura chegar.

Argentina

Este talvez seja um dos destinos preferidos dos brasileiros, afinal, no centro de Buenos Aires há uma grande concentração do comércio, onde o turismo movimenta boa parte da economia, além de ser muito fácil se comunicar com os nativos.

cartão de crédito

Na cotação atual, 1 real equivale a 14 pesos argentinos, o que é relativamente barato.

Se afastando um pouco do centro, principalmente da rua Florida, onde está concentrado o comércio, é possível encontrar casas de câmbio com uma cotação ainda melhor.

Para que utiliza cartão de crédito internacional, pode ser uma boa alternativa para não ter que ficar trocando moedas todo o tempo.

Se você optar por andar de ônibus, vale lembrar que eles só aceitam moedas, e então sempre tenha algumas no bolso.

Porém se quiser aproveitar a viagem com mais conforto, utilize o cartão de crédito para se locomover de táxi.

O valor é extremamente baixo quando comparado com o Brasil.

O que fazer para economizar em viagens?

Para falarmos de economia durante a viagem, precisamos levar em consideração o país de destino.

Seja para um país onde o real esteja mais valorizado ou não, é preciso evitar os gastos excessivos.

É preciso entender que o cartão de crédito não é um vilão, mas sim um aliado para que você possa aproveitar o que há de melhor durante a viagem.

Porém Hélio Laniado reforça que é preciso ter cautela ao utilizar o cartão de crédito, principalmente para aqueles que possuem dificuldades em controlar os gastos.

A facilidade de uso proporcionada pelo cartão de crédito, pode se tornar uma grande armadilha nas mãos daqueles que não sabem poupar.

Para o especialista, se a pessoa planejar uma estimativa de gastos diários durante a viagem e cumpri-la com rigor, então não terá problemas com a fatura.

Buscar por passagens promocionais em sites especializados, também pode contribuir para que a sua viagem fique mais econômica.

Lembre-se que todas as regiões têm o período de alta temporada, e os valores podem até triplicar.

Se você se planejar, pode comprar a passagem para a baixa temporada com antecedência, economizando na passagem e na hospedagem.

É mais barato comprar dólar no Brasil ou nos EUA?

Quando começar a planejar seu roteiro, é importante se atentar aos custos desta viagem.

Quando você utiliza o cartão de crédito nos EUA, as compras são taxadas com um IOF de 6,38%.

Se você optar pelo cartão de crédito, é importante consultar o Banco Central para saber a cotação do dia.

A via de regra, há uma desvalorização do real em relação ao dólar, por isso é mais vantajoso comprar uma parte aqui no Brasil e a outra nos EUA.

Isso ocorre porque é preciso levar em consideração às taxas aplicadas no momento da compra.

Por exemplo, no banco você pode encontrar uma taxa de R$27,00 com uma cotação a R$5,00,enquanto na casa de câmbio é R$4,80, então em uma compra de R$200, teremos R$200 dividido por R$0,20, que será R$1000.

Por isso é importante pesquisar para encontrar a opção mais vantajosa. 

Agora que você já possui todo o conhecimento necessário para utilizar o seu cartão de crédito, pode aproveitar para começar a planejar a sua viagem de férias ou a negócios.

Dica do Jornal Contábil: Em tempos difíceis, o cartão atacadão reforça o compromisso de facilitar seu dia a dia. Peça já o seu clicando aqui.