Abrir uma empresa de consultoria pode ser uma boa alternativa para um profissional experiente ou qualificado.

Mesmo em momentos de crise, como o que estamos vivendo, o segmento continua crescendo.

Contratar uma empresa de consultoria tem sido uma estratégia cada vez mais utilizada para as companhias que precisam resolver problemas complexos, reduzir custos, inovar tecnologicamente ou, mesmo, reposicionar o seu negócio.

O que é uma consultoria?

empresa de consultoria oferece a prestação de serviço de um ou mais profissionais experientes e conhecedores de um determinado assunto.

Ela responde às necessidades do cliente, identifica soluções e faz recomendações.

Por meio de diagnósticos precisos, procura auxiliar o cliente a solucionar questões, sugerindo melhorias nos processos e construindo o caminho para que ele possa prosseguir por conta própria.

Por isso, o consultor precisa de uma base sólida de conhecimento na área em que vai atuar, grande capacidade de análise e de crítica e, além disso, estar sempre atualizado em relação às inovações constantes no mercado.

As empresas buscam consultorias que inovem, que sejam  criativas e que tenham uma visão ampla e estratégica das tendências do negócio que desenvolvem.

E para colocar suas atividades em prática, o consultor precisa ter uma estrutura sólida e regulamentada.

O que é preciso para abrir uma empresa de consultoria?

Bom, se o seu sonho é abrir uma empresa de consultoria, o primeiro passo é arregaçar as mangas e estar ciente das etapas a serem cumpridas.

Há algumas perguntas que são básicas e para as quais é importante que você tenha as respostas antes de pensar na formalização do seu negócio, vejamos:

A primeira é se você vai ter sócios ou não.

A partir desta resposta você vai definir a natureza jurídica da sua empresa.

É bom ter em mente, também, o nome que dará a sua empresa e quais atividades você vai desenvolver.

Lembre-se que uma consultoria é um serviço estratégico e que exige amplo conhecimento na área de atuação.

Você pode optar por oferecer uma consultoria abrangente, capaz de analisar todo o negócio do seu cliente e propor melhorias ou especializada em um determinado assunto ou área.

Dependendo da área, você vai precisar, além da experiência, a comprovação da capacidade técnica específica e regulamentada para a atuação.

Mas quais são os tipos de consultoria?

Com as constantes turbulências na economia global, as empresas, cada vez mais, vêm recorrendo a consultorias para ajudá-las a enfrentar esses desafios.

A consultoria empresarial oferece uma visão externa e que pode contribuir muito para otimizar processos, vencer obstáculos e trazer inovações significativas. 

Uma empresa pode oferecer demandas por melhorias em questões específicas em determinadas áreas ou setores.

Por isso, é importante que a consultoria seja especializada, capaz de elaborar diagnósticos precisos e apontar caminhos.

Um exemplo de consultoria empresarial especializada é a focada em recursos humanos.

Com o olhar de fora, o consultor poderá sugerir soluções sobre demissões, contratações, condições de trabalho, treinamentos e cursos, por exemplo.

Consultoria em gastronomia e consultoria em franquias

Há, também, consultorias empresariais que são muito importantes na hora de abrir um negócio, como a consultoria em gastronomia para quem pensa em abrir um restaurante.

Há, ainda, consultores especializados em franquias, muito procurados por quem já abriu um negócio, faz muito sucesso e pensa em ampliar. 

Já a consultoria em gestão empresarial estratégica é requisitada para auxiliar a empresa a desenvolver planos de ação para tornar o negócio mais produtivo e rentável.

O consultor vai procurar entender as forças e as fraquezas, assim como as oportunidades e ameaças da empresa.

Neste tipo de consultoria, o desafio é desenvolver estratégias que visem o futuro da organização.

É guiar o cliente com vistas à sustentabilidade do seu negócio em longo prazo. 

Para a consultoria em gestão de empresas, o olhar precisa ser abrangente e considerar a totalidade de processos do negócio.

Consultoria em gestão de riscos e consultoria financeira

Outro tipo de consultoria empresarial bastante específica é a de gestão de riscos.

Ela tem o objetivo de apontar e analisar os possíveis futuros riscos que a empresa poderá enfrentar.

Ao identificar ameaças, define medidas de prevenção e proteção para cada caso, o que protege o desempenho da empresa e melhora a tomada de decisão. 

Muitas vezes, a empresa se dedica ao negócio, ou seja, a atender às necessidades de seus clientes, e a consultoria se dedica a gestão de riscos.

Uma dobradinha de sucesso.

Este também é o caso da consultoria na área financeira.

Afinal, muitas vezes, as empresas conhecem muito bem o seu ramo de atuação, mas não dominam as finanças – uma área delicada e extremamente importante.

Isso é muito comum.

Quantos sócios de empresas não são, por exemplo, feras em tecnologia ou em marketing, mas não sabem gerir sua área financeira?

Aí, entra, mais uma vez, o consultor.

A consultoria na área financeira vai estruturar ou gerenciar recursos, receitas e investimentos.

Ela vai elaborar um planejamento estratégico financeiro, por meio de políticas internas e da organização das atividades do setor.

Essa consultoria vale ouro, literalmente!

Você já percebeu que há vários tipos de consultoria empresariais, e, como vimos, todas estratégicas e que exigem um sólido conhecimento na área de atuação.

Para não estender muito essa lista, vamos falar, ainda, da consultoria de marketing, da consultoria em TI e da área ambiental. 

Do Marketing à Tecnologia da Informação

Muitas vezes quando a área comercial de uma empresa não está tendo sucesso, o problema pode estar no conceito do produto e serviço oferecido, que não atende à demanda do mercado.

A consultoria de marketing entra em ação, concentra-se no estudo do comportamento dos clientes e descobre quais são seus desejos e necessidades e elabora um plano para atraí-los, conquistá-los e fidelizá-los. 

Uma consultoria que pode poupar muita dor de cabeça de empresários é a consultoria na área de Tecnologia da Informação – TI.

Com o avanço da tecnologia, é fundamental para as empresas terem um braço direito para trabalhar inovação no negócio.

A consultoria nesta área pode trazer soluções que muitas vezes podem passar desapercebidas pelas equipes das empresas.

Além de ser uma boa alternativa para um pequeno negócio, que pode ter acesso a profissionais qualificados e experientes sem a necessidade de realizar uma contratação direta.

Cuidar do meio ambiente também é tarefa de consultor

E, finalmente, vamos à consultoria ambiental.

A preocupação com o meio ambiente está cada vez mais presente nas políticas empresariais.

A valorização e a preservação da natureza são atitudes que mudam positivamente a maneira como os consumidores enxergam e se relacionam com as marcas.

A consultoria ambiental pode auxiliar as empresas a se tornarem mais sustentáveis do ponto de vista ambiental.

A consultoria ambiental faz uma análise dos impactos e consequências ambientais causados por um projeto específico ou por todo o processo produtivo de uma determinada empresa.

A partir desse diagnóstico, a consultoria ajuda a empresa a encontrar maneiras de reduzir, evitar ou acabar com os impactos ambientais negativos causados pela sua atuação.

A contratação de uma consultoria ambiental é um investimento que evita que empresas descumpram a legislação ambiental e sinaliza o comprometimento com o meio ambiente.

Como você viu, são muitas opções para prestar o serviço de consultoria.

Bom, você já definiu sua área de atuação?

Vamos aos próximos passos para montar sua empresa de consultoria empresarial.

Principais etapas para abrir empresa de consultoria empresarial

O processo para abrir uma empresa de consultoria não tem mistério.

Se você já tem clareza da área em que vai atuar, isso vai ajudar na escolha dos CNAEs (Classificação Nacional de Atividades Econômicas).

É a partir do CNAE que você vai saber o que terá que pagar de impostos, taxas e contribuições para União, Estado e Município.

Para a consultoria empresarial, por exemplo, você poderá utilizar o CNAE 7020-4/00 (atividades de consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica); já para consultoria em Tecnologia da Informação você vai utilizar o CNAE 6204-0/00 e, para consultoria em publicidade, o CNAE 7319-0/04.

Calma, são apenas exemplos.

Com clareza do que você vai realizar e com a ajuda de um bom contador, tudo fica bem mais fácil.

definição do CNAE é importante para dar transparência aos serviços que sua empresa vai prestar e para que você pague os impostos devidos – nem mais nem menos.

Passo a passo para montar uma consultoria

  1. Estabeleça a sua área de atuação tanto do negócio – delimite sua abrangência – quanto geográfica;
  2. Legalize sua consultoria com CNPJ e demais necessidades legais;
  3. Organize a sua rotina e seus processos;
  4. Contrate as pessoas adequadas;
  5. Avalie a melhor forma de tributação;
  6. Cuide do seu investimento.

1. Definindo o formato jurídico da consultoria

Você já sabe o que vai fazer e com quem, certo?

A decisão se terá ou não sócios é que vai definir o formato jurídico da sua consultoria. 

Se a sua opção é não ter sócios, você poderá constituir uma EI (empresa individual) ou uma EIRELI (empresa individual de responsabilidade limitada).

Já se quer dividir os desafios de um novo negócio com mais pessoas, você poderá optar entre uma Sociedade Limitada (LTDA) ou uma Sociedade Anônima (S/A).

2. Definir o regime tributário

Definido o formato jurídico, também chamado de natureza jurídica, é hora de determinar o regime tributário.

Esta opção vai definir o quanto e de que forma serão recolhidos os impostos da empresa.

As opções são Simples NacionalLucro Presumido ou Lucro Real.

O mais comum são as duas primeiras, vamos ver:

Simples Nacional

O Simples Nacional é aplicável a microempresas e empresas de pequeno porte que faturem até R$ 4,8 milhões por ano.

Sua finalidade é facilitar o recolhimento dos tributos, unificando os impostos em uma única guia a pagar, tanto municipais, quanto estaduais e federais.

O recolhimento por meio do Simples Nacional abrange os seguintes tributos: IRPJ, IPI, CSLL, PIS/PASEP, CPP, ICMS E ISS.

Para se enquadrar nesse tipo de regime é preciso conferir se o tipo de atividade da empresa é permitido pelo Simples Nacional e respeitar algumas outras condições, como, caso os sócios façam parte de outras empresas, a soma do faturamento de todas não pode ultrapassar o limite de 4,8 milhões de faturamento.

Lucro Presumido

Este regime é aplicável para as empresas que faturem até R$ 78 milhões por ano.

Visa simplificar o cálculo dos impostos.

Como o próprio nome diz, a Receita Federal já pré-determina qual será a porcentagem do lucro presumido de acordo com o faturamento, baseando-se na atividade exercida.

Depois é gerado um valor médio de lucro e alíquota que as empresas devem pagar.

Sob o mesmo ponto de vista, a empresa que opta por este regime deve pagar diversas guias específicas e diversas declarações acessórias.

O recolhimento por meio do Lucro Presumido abrange os mesmos tributos do Simples Nacional, porém pagos em guias separadas.

Se você chegou até aqui é por que realmente está interessado em abrir a sua consultoria empresarial e já entendeu o caminho que tem que percorrer.

Claro, também já sabe que com a ajuda de um bom contador tudo fica mais fácil!

Discuta com ele suas decisões e deixe que ele cuide do contrato social, junta comercial e todos os outros processos necessários para a abertura de seu CNPJ de consultoria empresarial.

Enquanto a Contabilizei cuida da abertura do seu negócio e de todos os trâmites burocráticos, dedique seu tempo para aprofundar ainda mais suas capacidades e conhecimentos.

Aproveite para fomentar a sua criatividade, seus futuros clientes esperam de você soluções inovadoras e criativas.

Procure estar informado sobre as tendências da área em que vai atuar.

Coloque seu radar para funcionar e esteja atento às oportunidades, não espere que elas caiam no seu colo – seja proativo! 

Além disso, cultive a visão de alto do monte, tente enxergar longe, ter uma visão de futuro e estude, estude muito – invista em conhecimentos específicos – esse pode ser o seu diferencial!

Agora, é só desfrutar do sucesso!

Contabilizei vai seguir te auxiliando, desde a abertura até a expansão do seu negócio.

Conte com a gente!

DICA EXTRA JORNAL CONTÁBIL: Imaginou aprender 10 anos de Prática Contábil em poucas semanas?

O nosso parceiro Viver de Contabilidade criou um programa completo que ensina tudo que um contador precisa saber no dia a dia, Rotinas Fiscais, Abertura, Alteração e Encerramento de empresas, tudo sobre Imposto de Renda, MEIs, Simples Nacional, Lucro Presumido, enfim, TUDO que você precisa saber para se tornar um Profissional Contábil Qualificado.

Se você precisa da Prática Contábil, clique aqui e entenda como aprender tudo isso e se tornar um verdadeiro profissional contábil.

Fonte: Contabilizei