Como conseguir receber o teto da aposentadoria do INSS?

Teto da aposentadoria é o valor máximo, que o INSS pode pagar de benefício ao segurado.

Com o reajuste de 10,16% no salário mínimo também teve um reajuste nas aposentadorias, consequentemente aumentou também o teto do benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2022 de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22.

E o que muitos aposentados se perguntam é: como conseguir receber o teto da aposentadoria do INSS? Para muitos ter contribuído com o valor máximo para o órgão nos anos em que trabalhou é o suficiente, mas não é só isso.

Mas afinal, o que devo fazer para receber o teto do INSS?

Qualquer pessoa vinculada ao INSS, como por exemplo, empregado, contribuinte facultativo, contribuinte individual, dona de casa, empresário, podem se aposentar e alcançar o Teto Máximo do INSS.

Mas se você deseja se aposentar com o teto do INSS você deverá realizar as suas contribuições previdenciárias junto ao INSS, contribuindo com o percentual de 20% sobre o valor máximo da aposentadoria, R$7.079,50 em 2022.

Já se você é empregado, deverá ter a remuneração mínima de R$ 7.087,22, para então, poder alcançar o teto máximo no momento de solicitar a sua aposentadoria.

O trabalhador que quer complementar a sua arrecadação e conseguir o valor máximo do INSS, precisa fazer uma complementação do seu recolhimento como contribuinte individual ou MEI.

E para se encaixar nessas modalidades é necessário que o trabalhador exerça atividade como autônomo ou como Microempreendedor Individual.

Para receber 100% da média de contribuições, é preciso que o segurado homem contribua por aproximadamente 40 anos e a segurada mulher por 35 anos.

Planejamento Previdenciário, como ele pode ajudar?

Todo trabalhador brasileiro sonha em se aposentar com um valor de aposentadoria justo, mas muitos não sabem por onde começar, o primeiro passo é ter uma organização financeira e ter um bom planejamento. 

Como o planejamento previdenciário tem muitas utilidades, ele pode te ajudar a se aposentar com segurança. E com a chegada da Reforma da Previdência o planejamento previdenciário se tornou ainda mais importante.

Outra vantagem importante atrelada ao planejamento previdenciário é a garantia de contribuir com o valor correto. Com o planejamento, é possível fazer o cálculo da média, chegando ao valor adequado para se contribuir.

O planejamento deve ser feito levando em consideração:

  • os tipos de aposentadoria;
  • o tempo de contribuição;
  • o valor da contribuição;
  • a quantia que o trabalhador deseja receber de benefício;
  • o direito adquirido;
  • se você entra em algumas Regras de Transição da Reforma da Previdência.

Então se você sonha em se aposentar com um valor satisfatório faça um planejamento, e a regra de ouro é, independentemente da idade, a aposentadoria é algo a ser pensado com bastante antecedência.

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Comentários estão fechados.