Conheça algumas vantagens que você pode ter direito ao se tornar MEI

Está pensando em se tornar MEI? Veja as vantagens desconhecidas para quem quer formalizar seu negócio

Quando falamos em pandemia logo já lembramos do rastro de desemprego que ela deixou só no Brasil essa marca atingiu  14,1% somente no 2º trimestre de 2021 

E com esse aumento muitos trabalhadores buscaram alternativas para driblar a crise, e uma delas é o empreendedorismo. 

O número de Microempreendedores Individuais (MEIs) disparou no Brasil nos últimos meses entre 7 de março e 30 novembro, o acréscimo foi superior a 1,4 milhão, segundo dados do Portal do Empreendedor, do Governo Federal.

Afinal, o que é MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual que nada mais é do que um profissional autônomo que formalizou seu negócio. 

Com essa formalização esse empreendedor passa a ter um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) 

Quem pode ser MEI?

Todos aqueles trabalhadores autônomos que não possuem participação em outra empresa, seja como sócio, titular ou administrador com uma renda bruta mensal de até 

R$81.000 por ano ou R $6.750 por mês. Ter no máximo um funcionário registrado e estar incluído em uma das diversas atividades permitidas ao MEI

Quero ser um MEI! Mas quanto isso irá me custar?

Quando você decide virar um microempreendedor individual você terá que se aderir a um regime tributário chamado Simples Nacional (DAS), que é nada mais nada menos que um regime tributário exclusivo para micro e pequenas empresas. 

Os valores a serem pagos pelo Simples Nacional irá depender da área de atividade exercida pela sua empresa. Vamos explicar melhor:

  • Comércio e serviços juntos: R$61.
  • Prestação de serviços: R$60;
  • Comércio ou Indústria: R$56;

O cálculo do Simples Nacional é feito com base na receita total anual da empresa, que é a receita da empresa nos últimos 12 meses

Mas vale lembrar de algo muito importante mesmo que sua empresa não esteja faturando você ainda terá que pagar o Simples Nacional pois o não pagamento dos tributos do Simples Nacional poderá gerar multas com valores entre 50 reais por ano de atraso, ou de 2% ao mês-calendário sobre o valor dos tributos da empresa. Se o pagamento for feito em até 30 dias, a multa é reduzida pela metade, ou seja, 25 reais.

Conheça 7 vantagens de se tornar um MEI

Quando você se tornar um MEI inúmeros benefícios te acompanharão! Conheça alguns deles: 

1- Serviços bancários- Já podemos iniciar citando os vários serviços financeiros que os bancos disponibilizam para quem é MEI: 

  • Opções de investimento na conta de pessoa jurídica
  • Seguros para empresa;
  • Máquinas de débito ou crédito;
  • Cartão de débito ou crédito;
  • Antecipação de recebíveis;.

Também podemos falar das diversas linhas de microcréditos com taxas de juros bem mais baixas comparadas às linhas regulares e com muito menos burocracia. 

2- Benefícios previdenciários- Ao se tornar um MEI, o empresário passa a ter acesso a alguns benefícios do governo assim como outros trabalhadores registrados. Isso porque você também irá contribuir com o Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS. 

Mas vale lembrar que cada um desses benefícios tem um número de parcelas específico e que você terá que ter contribuído.

 Quais são os direitos previdenciários do MEI ?

  • Auxílio-doença, 
  • Aposentadoria por invalidez
  • Aposentadoria por idade
  • Salário-maternidade
  • Auxílio-reclusão;
  • Pensão por morte

3- Emissão de nota fiscal- Antes de tudo devemos lembrar que o MEI não tem obrigação de emitir nota fiscal para pessoa física, entretanto quando se trata de pessoa jurídica e órgãos públicos isso pode ser diferente. Lembrando que também existem empresas que só conseguem vender ou prestar serviços mediante a apresentação de nota fiscal. 

Mas esta é mais uma vantagem de ser MEI você pode emitir notas fiscais sem muito esforço.  E com isso sua empresa passa mais segurança e confiança para seus clientes, e tem a oportunidade de vender para grandes empresas. Ou seja, mais chances de fazer seu negócio crescer

4- Desconto na compra de automóvel- Graças ao CNPJ, você pode usar o MEI para comprar carros. Você pode até comprar um carro 0km com desconto. Os valores de abatimento podem variar de 2,5% a 30% e é garantido pela garantia de isenção do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Imposto sobre Prestação de Serviços).

Cada marca define regras específicas para a concessão de maiores descontos. Por exemplo, a Volkswagen oferece descontos para a compra de 5% a 10% . Já a Fiat disponibiliza descontos de 8%. Entre outras marcas como  Renault, Chevrolet.

5- Registro de um funcionário- Uma das vantagens de ser MEI é a de poder contratar um funcionário. Até o momento, o MEI pode empregar apenas um funcionário, de acordo com a Lei Complementar nº 128/08. Essa pessoa deve ser maior de 16 anos e precisa passar por exame admissional, esse funcionário deve receber pelo menos um salário mínimo ou o piso de sua categoria.

Além do salário, os microempresários individuais devem se atentar para os custos tributários que equivalem a 11% do salário total,  8% refere-se ao FGTS e é descontado diretamente no salário dos empregados do MEI, e 3% é repassado ao INSS.

6- Baixo custo de tributos- Esta é uma das grandes vantagens em ser um microempreendedor individual quem é Mei pode contar com uma grande economia quando se trata de tributos pois os valores para esta categoria é muito inferior quando comparado às grandes empresas. Lembrando que o valor dos tributos é calculado sobre o valor do salário mínimo, isso quer dizer que ele não sofrerá alteração se sua renda aumentar. 

7- Apoio técnico do SEBRAE- O Sebrae oferece diversos cursos, seminários, palestras, planilhas e menus de aplicativos para ajudar os micro e pequenos empresários e microempreendedores individuais e aqueles que sonham em abrir seus próprios negócios a administrar seus negócios com eficiência e rentabilidade.

Como posso fazer meu cadastro MEI?

Para você se tornar um empreendedor formalizado é muito fácil e rápido e o melhor totalmente online! Basta reunir alguns documentos como CPF; Título de eleitor ou recibo da última declaração do imposto de renda (IRPF); CEP residencial ou comercial e Número de telefone e depois acessar e se inscrever no Portal de Serviços do Governo Federal seguir alguns passos:

Logo após se cadastrar acesse e faça seu login no Portal do empreendedor, clique em Formalizar-se. Pronto, agora você já tem seu CNPJ cadastrado. 

Agora que você já está por dentro de tudo sobre o MEI é só colocar em prática e desfrutar destas e outras vantagens!

Comentários estão fechados.