O contador Marcos Souza, 32, que mora em Vila Velha há dois anos, nem mesmo nos piores episódios de violência presenciados por ele no Rio de Janeiro, as ruas foram tomadas por tantos crimes.

“Mudei com minha família para o Espírito Santo justamente para fugir da violência. No Rio nós vivemos ressabiados, faz parte do cotidiano do carioca situações assim. Mas hoje aqui em Vila Velha está bem pior. Nunca me senti tão inseguro. O clima está pesado”, lamentou.

Souza conta que além dos vídeos e fotos de crimes que circulam pelas redes sociais, os boatos espalhados principalmente pelo WhatsApp têm angustiado os moradores de sua cidade. “Muitos são verdadeiros. Eu mesmo compartilhei alguns. O problema é quando inventam casos mais exagerados. Hoje mesmo disseram que os bandidos tinham invadido um prédio e quando fui ver o endereço era o da minha cunhada, que tem criança pequena. Fiquei desesperado, mas depois minha esposa descobriu que era mentira”, disse.

Hoje mil e duzentos militares da força nacional e exército patrulham as ruas da Grande Vitória.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.