Crowdfunding X Poupança e CDI: Qual opção é mais rentável?

0

Em 2020, começar a investir foi uma realização de muitos. De acordo com a B3, a bolsa de valores do país, o número de investidores em novembro de 2020 chegou aos 2,7 milhões de pessoas.

Ainda assim, muitas pessoas estão presas às tradicionais formas de investimento, como é o caso da poupança que, de acordo com a Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), conta com cerca de 88% brasileiros atrelados ao modelo de economia.

Outro tipo de investimento que fez sucesso no país é o CDI, modelo em que o dinheiro fica em um banco digital, podendo ser resgatado diariamente e com um rendimento total da conta bancária.

Contudo, outra aplicação vem se destacando: o crowdfunding imobiliário, opção focada no investimento de imóveis, que reúne pequenos e médios investidores na realização de grandes empreendimentos.

Com 45 milhões captados desde a sua fundação, em 2018, e com recordes de captação – a exemplo do último projeto impulsionado pela Fintech, que captou 2 milhões, em 15 minutos, a Inco Investimentos quer democratizar o setor, garantindo alta rentabilidade para quem deseja iniciar 2021 como investidor, de forma acessível e simples: a partir de mil reais já é possível investir no mercado imobiliário com renda fixa.

Designed by @rawpixel.com / freepik
Designed by @rawpixel.com / freepik

Daniel Miari, um dos fundadores da Inco Investimentos, conta que o propósito da startup é abrir o mercado de investimentos para milhões de brasileiros que querem transformar a vida financeira, com média de 13,6% ao ano.

Além disso, esse tipo de investimento rende 8 vezes mais que a poupança e 6 vezes mais do que o CDI, trazendo confiança para o pequeno e grande investidor.

O site da fintech conta com um simulador que mostra aos clientes o quanto de dinheiro eles terão no futuro com cada tipo de investimento.

“Numa simulação de R$ 1.000, ao investir nos empreendimentos imobiliários da Inco, o investidor, que terá uma média de rentabilidade de 13,6% ao ano, conquistará, em 10 anos, R$ 3.579,18 reais.

Já na poupança, com apenas 1,57% de rentabilidade ao ano, terá R$ 1.168,57 no mesmo período; e com o CDI, com rentabilidade de 1,9% ao ano, R$ 1.207,10”, explica Miari.

Os empreendimentos imobiliários, protagonistas do modelo de investimento, são escolhidos de forma criteriosa, levando em conta a metodologia 5Cs, em que avaliam caráter, capacidade, colateral, condições e capital. O processo para investir leva apenas 5 minutos e toda a validação é feita pela fintech. 

Preocupada em levar transparência aos processos, a Inco conta com o Painel do Investidor, que permite que o investidor tenha acesso a documentos, como o contrato de investimento, o processo de obra e dados do investimento.

Para fortalecer ainda mais essa premissa, a startup faz o envio de um relatório com informações sobre o andamento da obra, vendas das unidades e muito mais. 

Por Inco