Dicas importantes para vender sua empresa

0

Com uma simples pesquisa na internet é possível acessar uma vastidão de conteúdos digitais e acadêmicos com informação de qualidade para empreendedores que desejam abrir ou adquirir um negócio. No entanto, pouco se fala sobre venda de empresas.

Neste aspecto, a educação financeira e o empreendedorismo precisam ser ainda mais sólidos e aguçados. As operações de compra e venda de empresas são longas, complexas e, se não forem bem executadas, podem gerar riscos presumidos e inesperados a ambas as partes (proprietário e comprador)

Segundo números levantados pela Capital Invest, Assessoria Financeira especializada em compra, venda e avaliações de empresas, os empreendimentos que não são vendidos profissionalmente podem perder até 50% de seu valor na negociação.

Muito dessas perdas podem estar diretamente relacionadas a uma preparação para a venda e a uma negociação ineficiente, mas também podem ter origem na real motivação para que um empreendedor decida vender seu negócio. Aliás, esse provavelmente será a primeiro questionamento a ser respondido aos investidores interessados na aquisição e ávidos pela assinatura de um contrato de compra e venda de empresas o mais rentável possível.

Por isso, quem pretende vender uma empresa deve avaliar suas motivações e se realmente elas são suficientes para colocá-la à disposição do mercado sem margens para sua desvalorização.

Por que vender uma empresa?

Independentemente das motivações financeiras ou pessoais, essa resposta deve trazer à luz da negociação indicadores sólidos para sua avaliação econômica, ou valuation, parte determinante do processo que definirá os valores de compra e venda de empresas em quaisquer circunstâncias. Entre as principais causas para a venda de uma empresa estão:

Falta de recursos

Quando o proprietário precisa injetar mais dinheiro para expansão, ou mesmo prover a sobrevivência da empresa, mas não dispõe de receita ou capital pessoal para prosseguir com as operações.

Caso não seja possível conseguir o montante necessário, a venda de parte da empresa (com a entrada de sócios) ou de sua totalidade se torna uma medida viável para que ela continuar operando e até crescendo.

Discordâncias administrativas

Não é incomum que proprietários e sócios desenvolvam visões antagônicas para a condução de uma empresa. Isso geralmente ocorre em empreendimentos que passam de geração para geração e há um choque cultural, ou mesmo de valores pessoais, sobre novos passos rumo à estratégia comercial e financeira, expansão, encerramento de atividades, penetração em outros mercados ou mesmo quanto a divisão dos lucros.

Nestes casos, a venda da empresa pode evitar uma série de transtornos jurídicos e desgaste emocional aos envolvidos.

Explorar outros segmentos

Muitos empresários contam com uma carteira de investimentos mais diversificada e podem

atuar em diversos nichos. Nem sempre um negócio que foi atrativo no passado pode continuar interessante para sua atuação, mesmo com resultados positivos.

Também há quem prefira vender uma empresa em funcionamento e se dedicar aos mercados que proporcionam maior afinidade comercial e profissional.

Aposentadoria

Há quem gostaria de deixar os negócios de lado e parar de trabalhar, da mesma forma que existem investidores que calcularam cada centavo para chegar à sonhada aposentadoria o mais cedo o confortavelmente possível.

Caso seja o momento de deixar de trabalhar, é importante contar com o valor de venda da empresa, que poderá ser reinvestido no mercado financeiro para gerar outras fontes de renda para uma aposentadoria mais tranquila e com o mesmo padrão de vida.

Importante: não venda uma empresa por conta própria

Antes mesmo de apresentar a empresa para qualquer investidor, seu proprietário vai precisar realizar inúmeros procedimentos para colocar em ordem sua contabilidade e suas finanças e precificar seu negócio, contando com uma assessoria financeira especializada em M&A, a exemplo da Capital Invest. Após essa preparação para a venda, a mesma consultoria também poderá lhe auxiliar no mapeamento, contato e negociação com dezenas de investidores dentro e fora do Brasil.

O apoio de uma assessoria especializada em fusões e aquisições é fundamental para obter o melhor valor de venda da empresa.

Não apenas é importante uma condução profissional dos aspectos técnicos e do complexo processo de venda, como ainda é também fundamental evitar qualquer viés emocional.

Caso contrário, você poderá receber valores abaixo do mercado e até prejudicar o desfecho da venda.