Para começar, vamos entender o que é o nome sujo?

Ter o “nome sujo” é alguém que comprou um produto ou serviço, não pagou e teve seu nome apontado/negativado nas listas dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa, SPC Brasil ou Boa Vista SCPC.

Segundo o Serasa em 2019 o número chegou a 63,2 milhões de pessoas com o nome sujo. Hoje em dia, até uma conta de água, luz, telefone em atraso pode deixar seu nome sujo.

O brasileiro que tem o nome sujo vai ter dificuldade para conseguir:

Um empréstimo; financiamento; abrir conta corrente; possuir cartão de crédito.

Além disso, existe um dispositivo na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que permite que bancários sejam demitidos se tiverem o nome sujo. Somente as instituições financeiras podem deixar de contratar pessoas com o nome sujo, outras empresas não podem deixar de contratar só porque o candidato ao emprego está com o nome sujo, issoé discriminação.

MEI

Quem tem o nome sujo também não pode: fazer concurso para instituições como Banco Central, Casa da Moeda e BNDES.

Ter o nome negativado não pode impedir a pessoa de tirar o passaporte e nem visto para o exterior.

Onde os brasileiros devem mais:

  • Bancos e cartões: 28,6%
  • Utilidades: 20,2%
  • Telefonia: 12,1%
  • Comércio: 11,7%
  • Serviços: 10,5%
  • Outros: 6,8%

Só tem um jeito de resolver essa situação:  Negociar sua dívida com as empresas em questão e pagar. Não existe outra saída. Se o valor for muito alto e a pessoa decidir pagar em parcelas, assim que a primeira for paga a empresa deve acionar o órgão para que este retire o seu nome da lista de proteção ao crédito em até 5 dias úteis.

E ter o nome sujo é possível abrir um MEI?

Sim, você pode abrir um MEI normalmente, mesmo tendo o nome sujo (pendências no  SPC e Serasa). Essa é, aliás, uma ótima alternativa para quem deseja estabilizar e colocar a vida financeira nos trilhos. Mas lembre-se de pagar suas dívidas: e o primeiro passo é consultar órgãos de proteção ao crédito; dar uma organizada nos seus gastos mensais; renegociar suas dívidas e fazer mais que o possível para não cair mais em dívidas.

DICA EXTRA: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana.

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!