Foi-se o tempo que o gestor contábil era aquele cara que se sentava em frente ao seu computador para atualizar planilhas e executar demandas burocráticas. Hoje esse profissional precisa liderar a equipe de forma estratégica, buscar inovação constante e ter visão analítica dos processos. Aspectos fundamentais do empreendedorismo contábil.

Se você já identificou essa tendência na contabilidade, deve estar ansioso para começar e não ficar atrás da concorrência, certo? Mas e aí? Por onde começar?

Para te ajudar com isso eu selecionei algumas dicas importantes sobre empreendedorismo contábil, para você começar a agir com cabeça de empreendedor aí no seu escritório.

Vamos lá ver quais são?

Boa leitura!

Empreendedorismo Contábil – 4 dicas para você inovar na gestão do seu escritório

1. Seja como um termômetro para o seu cliente

Seu escritório entrega tudo dentro do prazo e sem erros? Parabéns! Porém, é preciso ir além.

Pois é colega, o cliente atual busca mais que um emissor de guias. Ele quer um consultor que lhe dê embasamento estratégico para tomar decisões. Ou seja, um termômetro que diga quando e onde ele precisa reduzir custos. E quando onde ele precisa investir.

Esse é o principal aspecto do empreendedorismo contábil. Ir além das tarefas operacionais.

Sua empresa está preparada para atender a essa demanda? Porque a concorrência com certeza está, então você precisa inovar para sair na frente e conquistar esse público.

Neste sentido, o primeiro passo é: conheça seus clientes. Isso mesmo! Sente com eles e trace um diagnóstico completo.

Identifique onde cada um deles têm potencial de crescimento e onde há gargalos para eliminar. Mostre, dentro de suas possibilidades, de onde devem tirar o pé do acelerador e onde podem investir com todas as forças.

Seja mais que um contador: seja um parceiro estratégico do seu cliente.

2. Põe a cara no sol

Quando seu escritório chegar no nível de ser um parceiro estratégico dos seus clientes, você já estará a meio caminho de praticar o empreendedorismo contábil com sucessona seu escritório.

O próximo passo é contar isso ao mundo como é seu modus operandi.

Sim! Espalhe por aí o quanto seu escritório é parceiro e estratégico. Fale dos seus diferenciais. Explique o que você faz, como você faz, e porque a sua solução é melhor que da concorrência.

Como?

  • Tenha um site para centralizar todos os seus serviços, métodos e contato;
  • Crie um blog para publicar conteúdos relativos a área e mostrar que você manja e tem autoridade sobre o assunto;
  • Esteja nas redes sociais para compartilhar depoimentos de clientes satisfeitos, novidades do escritório e tudo que tiver a cara da sua marca.

E isso é só o começo. O ideal para traçar uma estratégia de comunicação completa e eficaz e atrair novos clientes para a sua empresa contábil é contar com a ajuda de um especialista em marketing.

3. Tenha um time plural

Nem só de contadores vive uma empresa de contabilidade.

Pois é! Para colocar o empreendedorismo contábil em prática no seu escritório é preciso colocar pessoas certas para fazer cada coisa e não reciclar seus contadores para fazer tudo.

Analistas de RH, especialistas de relacionamento com o cliente, técnicos de comunicação interna e gestores de processos, são profissionais que podem agregar muito ao seu time. por exemplo.

Aliás, lembra que no tópico anterior falamos sobre contar com um especialista em Marketing? Então, esse profissional também poderia fazer parte da sua equipe e te ajudar full time a divulgar as estratégias do seu escritório contábil, que tal?

Tudo vai de avaliar o tamanho, a demanda da sua empresa e o budget disponível.

4. Chega de planilhas!

Ok, não queremos desmerecer as planilhas e toda ajuda que elas nos deram nesses anos todos. Mas acho que chegou a hora de admitir que o momento delas já passou, você não acha?

Hoje existem formas muito mais modernas e efetivas de organizar as tarefas, monitorar a produtividade, acompanhar os prazos e avaliar o desempenho do seu escritório. Estamos falando dos sistemas online de gestão contábil.

Com um sistema de gestão voltado especialmente para as necessidades de uma empresa contábil você consegue:

a) Automatizar as obrigações burocráticas

Sabe aquelas tarefas repetitivas, que não exigem uma análise muito estratégica, mas seu escritório precisa fazer regularmente? Como cobrar honorário dos clientes, por exemplo?  Então com um sistema de gestão online basta configurar a ferramenta, definir os parâmetros certos e voilá: ele começará a fazer tudo de forma automática.

b) Ter acesso a tudo, a qualquer hora e lugar 

Imagine que um colaborador alterou uma determinada planilha de resultados e enviou por email à equipe. Agora imagine que, ao mesmo tempo, outro colaborador fez a mesma coisa.

O resultado disso é que você acabou com duas versões do mesmo documento e vai ter que abrir um de cada lado e analisar item por item para identificar o que foi alterado em um, que não foi alterado no outro e vice-versa.

Já deu dor de cabeça só de pensar nessa confusão? Então, com um sistema isso não aconteceria.

Isso porque, ao trabalhar na nuvem, mais de um funcionário pode colaborar simultaneamente em um mesmo projeto sem criar diferentes versões do mesmo.

Além disso, caso seja necessário corrigir algum detalhe, basta entrar na tarefa, alterar, e pronto. A versão com erro não existirá mais para ninguém. Parece um sonho, mas é só a tecnologia a favor do empreendedorismo contábil.

c) Monitorar a atividade da sua equipe

Ao utilizar um sistema online, o gestor contábil consegue saber exatamente o que cada pessoa está fazendo e, com isso, distribuir melhor as demandas do escritório.

Em outras palavras, o sistema ajuda o gestor a não sobrecarregar um funcionário, enquanto outro está com a agenda livre, por exemplo. E também facilita na hora de definir para quem direcionar aquela demanda de última hora que aterrissa no escritório sem aviso prévio.

d) Aumentar a produtividade individual

Além mostrar ao gestor o que a equipe está fazendo, um sistema como esse também ajuda na produtividade individual de cada colaborador.

Isso porque é muito mais intuitivo cumprir obrigações que estão listadas por ordem de prioridade bem na sua frente, do que simplesmente começar a trabalhar de forma aleatória e sem um norte.

e) Padronizar o relacionamento com o seu cliente

Email, telefone, whatsapp, formulário de contato do site, Facebook… Estar presente e disponível para os seus clientes em todos esses canais é muito legal. Porém, quando falamos de “suporte ao cliente”, ou seja, aquelas interações de rotina, como cobrança ou envio de documentos, por exemplo, é preciso padronizar a comunicação.

Imagine a seguinte situação:

Seu cliente te cobra um documento pelo WhatsApp. Para ser mais formal, você envia por e-mail. Porém, como não tem o hábito de checar o email, ele não nota o recebimento e liga seu escritório para perguntar. Só que, quem atende, é um funcionário que nem está a par do processo todo. Olha que confusão!

Com um sistema de gestão adequado às necessidades do seu escritório, você consegue centralizar toda essa comunicação em um só lugar e evitar esse tipo de desencontro.

No empreendedorismo contábil, uma eficiente comunicação com o cliente é item fundamental.

f) Garantir a segurança dos dados dos seus clientes

Nada de documentos espalhados em pendrives, computadores e e-mails. Ao usar um sistema de gestão, os dados dos seus clientes ficam disponíveis em apenas uma ferramenta, somente para as pessoas certas e com limitação por senha e horário.

g) Reduzir a incidência de erros, tempo de entrega e atrasos

Como consequência de todos os tópicos mencionados antes, é natural que, ao usar um sistema de gestão online, seu escritório consiga entregar mais, em menos tempo e com menos erros.

h) Gerar relatórios e avaliar seu desempenho

Por fim, com a ajuda do sistema é possível levantar indicadores de desempenho do seu escritório, da sua equipe e dos seus clientes e entender quais o custo e ganhos do seu escritório para tomar decisões mais assertivas e embasadas.

É por isso que utilizar a tecnologia a seu favor é uma escolha totalmente relacionada a implantação do empreendedorismo contábil no seu escritório. Afinal, pensar como empreendedor implica ter uma visão macro do seu negócio, automatizar tarefas burocráticas e liberar espaço para ser estratégico.

Recapitulando

Ao longo deste conteúdo vimos que para aplicar o empreendedorismo contábil no seu escritório é preciso: ser mais consultor e parceiro do seu cliente, investir em comunicação, ter um time mais diversificado e apostar na tecnologia. Consegue lembrar de mais algum ponto? Conta pra gente nos comentários! =)

Fonte: Gestta

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.