Empréstimo Consignado no Auxílio Brasil?

Confira mais sobre as possibilidades de crédito com o benefício do governo!

Um dos pontos mais esperados para quem é beneficiário do Auxílio Brasil e tem direito aos pagamentos, é a questão dos empréstimos consignados.

Entretanto, alguns membros do governo afirmam que atualmente, o sistema de crédito ainda está em construção e também não possui regras estabelecidas até o momento. 

O objetivo do crédito consignado é permitir que o cidadão retire uma parte do dinheiro, pagando de volta ao governo na forma de descontos no valor do Auxílio Brasil. 

Empréstimo Consignado com o Auxílio Brasil

Desse modo, a margem consignável para o empréstimo consignado seria de 40% e cada pessoa poderia comprometer apenas 40% do valor do benefício nos empréstimos, no caso específico do Auxílio Brasil.

Ou seja, se o cidadão ganha R$ 400 por mês, 40% desse valor deverá ser comprometido por mês até o fim da dívida.

O Congresso Nacional iniciou as discussões em torno de um novo aumento para o Auxílio Brasil no fim do mês passado. No momento atual, a proposta é aprovar uma espécie de adicional no valor de R$ 200.

Contudo, neste caso, o adicional é um complemento independente que não se considera como patamar do benefício social. Sendo assim, não é levado em conta na hora do empréstimo.

Além disso, se você passar a ganhar R$ 600 por mês no Auxílio Brasil, a margem consignável não irá considerar 40% de 60% e sim 40% de quanto recebia anteriormente, já que o adicional que o Congresso Nacional pode aprovar é temporário com duração até o fim de 2022.

Para muitas pessoas, essa é apenas uma forma de conseguir mais aprovação durante o ano eleitoral.

Lembrando que o empréstimo consignado do Auxílio Brasil ainda não saiu do papel e todas as informações repassadas são apenas possibilidades.

Nenhum tipo de proposta foi aprovada até o momento, contudo, o Ministério da Cidadania afirmou que o consignado do Auxílio Brasil está confirmado.

Comentários estão fechados.