Entenda tudo sobre o Teto do INSS

0

Descubra tudo sobre Teto, analise se ele é uma boa opção para você. Com o reajuste de 4,48% – de acordo com a Portaria nº 914 – o teto do INSS corresponde a um aumento substancial no pagamento, bem como também no desconto na contribuição desses beneficiários.

Aliás, é fundamental entender o que é esse teto, como ele é calculado e o valor máximo.

O que é o Teto do INSS?

Consiste basicamente no valor máximo que um segurado pode receber como benefício.

Por essa razão, ele também é popularmente conhecido e chamado como teto da aposentadoria.

Esse limite é determinado para que os gastos com a Previdência Pública respeitem a capacidade do sistema previdenciário e não torne ele assim deficitário.

Dessa maneira, cada contribuinte terá um valor máximo para receber, mas nenhum valor pode ser superior a esse teto determinado pelo INSS.

Como calcular o Teto do INSS?

O valor da aposentadoria é ajustado segundo a média do salário de contribuição, o que independe do regime escolhido.

Por esse motivo, uma pequena parcela dos segurados apenas tem realmente direito de receber esse teto.

Na prática, isso significa que mesmo sendo as últimas contribuições pagas a partir de um valor alto, o valor não será superior à média de contribuições do mês.

Isso porque, como dito, a colaboração do INSS é estabelecida em cima de um teto.

Qual valor do Teto do INSS Atualmente?

Como mencionado no início, o reajuste em recente foi de 4,48%.

Com isso, o teto saiu de R$ 5.839,56 para R$ 6.101,06, ou seja, teve um aumento de R$ 261,61.

Portanto, esse é o valor que está vigente atualmente.

Designed by @bilahata / freepik
Designed by @bilahata / freepik

Logo, os aposentados e pensionistas que recebem quantias superiores a um salário mínimo têm esse índice aplicado no momento da definição das faixas salariais.

Estas informações são referentes ao teto do INSS.

Gostaria de saber mais sobre assuntos semelhantes? Leia o nosso artigo sobre Como Tirar extrato do INSS

Vale a pena pagar teto do INSS?

Lembrando que é obrigatório o recolhimento do INSS enquanto você for empresário ou seja, não existe a possibilidade de você não recolher.

Uma vez que, o beneficiário vem pagando o teto durante a 10 ou 15 anos por exemplo é interessante continuar até chegar no pagamento final.

Porém uma vez que beneficiário nunca fez o pagamento do teto iniciar no meio do caminho já não é tão atrativo assim.

Fonte: Tudo sobre INSS

Imagem: Tudo Sobre INSS

Dica Extra do Jornal Contábil: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social. 

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana? Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática

Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. 

Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.