Extrato MEI: Veja o que é e como emitir esse documento

0

Mensalmente o Microempreendedor Individual (MEI) precisa fazer o pagamento de seus impostos por meio do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS).

Isso garante a regularidade do seu empreendimento junto ao Fisco, porém, em certas situações poderá ser solicitado que o empreendedor faça a comprovação da situação fiscal da empresa.

Isso costuma acontecer durante o pedido de abertura de uma conta, a contratação de serviços, além da realização de uma operação bancária, dentre outros momentos.

Nesta hora, muitas pessoas – principalmente aquelas que estão começando seu empreendimento, costumam ter dúvidas sobre qual documento utilizar para comprovar as informações do seu negócio e demonstrar que está tudo em ordem. 

Por isso, hoje vamos falar sobre o extrato MEI.

Então, se você não sabe o que é o extrato ou não sabe como emitir, continue lendo este artigo. 

Regularização tributária do MEI 

Saiba que todas as informações necessárias para comprovar o pagamento dos tributos estão no Extrato de Pagamento do MEI.

Desta forma, o documento funciona como uma certidão de quitação de débitos e, através do Extrato você poderá ainda acompanhar se não há nenhum boleto atrasado. 

Mesmo que pareça burocrático reunir todas essas informações, obter esse documento é bem simples: é necessário apenas acessar o Programa Gerador de DAS do Microempreendedor Individual (PGMEI), por onde são acompanhadas as outras informações do MEI como a emissão de guias mensais, segundas vias e consultas referentes à empresa.

Designed by Flamingo Images / shutterstock

Mas aqui chamamos sua atenção, pois, muitas pessoas costumam confundir o extrato MEI e o extrato da Declaração Anual de faturamento do MEI.

Então, saiba que eles têm diferenças: o primeiro é uma forma de comprovar que a empresa fez o pagamento de todas as suas contribuições mensais de acordo com a legislação e o segundo documento que mencionamos é uma espécie de recibo atestando que foi entregue todas as declarações de forma correta. 

Emissão do Extrato MEI

Então, para te ajudar, montamos um passo à passo para que você possa emitir o seu extrato MEI.

Tenha em mãos documentos como CNPJ; CPF e Código de acesso.

Para você ter acesso ao extrato, se lembre do processo para fazer a emissão do seu DAS, por meio do site do Simples Nacional e, então, siga os seguintes passos: 

  • No topo da tela, clique na opção SIMEI; 
  • Irá aparecer uma tela de Todos os Serviços, então escolha a aba Cálculo e Declaração;
  • Quando aparecer a opção PGMEI (Programa Gerador do DAS para o MEI), escolha o Código de Acesso, ou em CPF-CNPJ caso tenha Certificado Digital;
  • Se o acesso for realizado sem certificado, é preciso que você informe dados como CNPJ, CPF do Responsável e Código de Acesso;
  • Depois, escolha a opção “Consulta Extrato/Pendências” e, por fim, clique em “Consulta Extrato”;
  • Será necessário escolher ainda o ano que tenha as informações de seu interesse, assim, aparecerá o extrato DAS MEI e você poderá imprimir o arquivo contendo as informações solicitadas. Além disso, você tem a opção de enviar o documento de forma digital. 

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. 

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Por Samara Arruda