A assessoria de imprensa é um tipo de serviço cobiçado e utilizado por muitas empresas. Entretanto, até bem pouco tempo a técnica ficava restrita somente a quem podia desembolsar valores altos. Uma das razões eram os grandes custos operacionais para atingir os veículos de imprensa, que se restringiam ao universo offline.

Com a incorporação da internet no dia a dia das mais variadas empresas e o surgimento de alguns segmentos específicos, como redes sociais corporativas e perfis de influencers, o serviço foi se tornando cada vez mais acessível.

Isso também alterou a forma como muitos profissionais da área atuam, como explica Flávia Clemente, professora especializada em assessoria de imprensa da Universidade Federal Fluminense (UFF). “As interfaces tecnológicas, cada vez mais dinâmicas e diversificadas, fazem com que tenhamos inúmeras possibilidades para lidar com os jornalistas e com nossos demais stakeholders, entregando uma comunicação muito melhor”, afirma. 

Entretanto, a internet não só ampliou o acesso à informação, como permitiu a exploração de um novo nicho para o serviço: a assessoria de imprensa digital

Nesse cenário, outros aspectos da comunicação ganham importância. Agora, é necessário mapear veículos digitais e blogueiros, além de se atentar a detalhes como a posição da empresa em sites de pesquisa – atividades que, antes, não existiam na rotina dos assessores.

“Hoje nosso capital continua sendo o relacionamento, mas não somente com as redações tradicionais. A partir da inserção das mídias digitais nas nossas rotinas diárias, o trabalho do assessor se multiplicou para várias interfaces”, completa Flávia Clemente.

O que é assessoria de imprensa digital

A assessoria de imprensa digital assemelha-se com o serviço tradicional da área, porém, como o nome sugere, foca-se em uma estratégia inteiramente online. 

Por meio de uma assessoria de imprensa digital bem feita é possível mapear veículos online que dialogam de alguma maneira com uma marca. A partir daí, o profissional da área irá buscar construir uma relação e aproximação com esses meios, a fim de garantir publicações para seu cliente.

O resultado de uma estratégia digital como essa implica em diversas vantagens, incluindo o aumento da autoridade da marca na internet.

Além disso, muitas vezes, é o profissional de assessoria de imprensa digital que irá gerar e analisar resultados e métricas, com o propósito de descobrir a melhor estratégia possível para cada cliente.

SEO na assessoria de imprensa digital

Quando se fala em assessoria de imprensa digital, as táticas de Search Engine Optimization – ou SEO – são ferramentas fundamentais. 

Conseguir publicações em veículos digitais é um grande passo, porém, para além disso, é preciso garantir que os veículos sejam de qualidade e que o conteúdo esteja otimizado. 

Sem isso, os resultados podem ficar muito aquém do desejado. Com uma estratégia de assessoria digital aliada a práticas bem feitas de SEO, os números conseguem crescer ainda mais. E, apesar da técnica demorar um pouco mais para apresentar resultados, é por meio dela que é possível colher números mais significativos a longo prazo. 

Com escolhas de palavras-chave estratégica, presença de links dofollow – ou seja, aqueles que são considerados pelo Google -, além de seleção de veículos e títulos relevantes, a assessoria digital tem seus resultados potencializados. 

E uma das técnicas de SEO importantes na hora de aprimorar, principalmente, o ranqueamento no Google, é o Link building

O que é Link building

Como dito anteriormente, o Link building é uma das principais estratégias de SEO. 

Por meio dela, uma determinada empresa consegue garantir backlinks relevantes e de qualidade, para impulsionar seu trabalho.

Quando determinado link é mencionado em outros sites, principalmente aqueles com mais relevância em determinado assunto, o Google entende que aquele endereço digital possui autoridade.

A consequência disso é o melhor ranqueamento para páginas da empresa nas pesquisas. E, como já é comprovado, quando o site de uma empresa aparece na primeira página do Google, o número de cliques e conversões é intensificado.

Por isso, é necessário um trabalho completo – mesclando estratégias inteligentes e conteúdos de qualidade. 

Assessoria de imprensa digital vs. Link building

Apesar de parecerem semelhantes, com uma comparação um pouco mais atenta entre os serviços de assessoria de imprensa digital e de link building, é possível observar algumas diferenças. 

A assessoria de imprensa digital foca-se em publicar conteúdos em veículos online. Normalmente, o trabalho é feito por meio de pacotes. Assim, quando um cliente contrata determinado pacote, a empresa de assessoria está garantindo um número determinado de publicações. Porém, esse número de publicações não implica em números de conteúdos.

Ou seja, ao fechar um pacote com cinco publicações, a empresa poderá ter, por exemplo, o mesmo conteúdo disseminado por cinco veículos distintos.

Já, quando se trata de negociação de serviços de Link building, é levado em conta a quantidade de conteúdos produzidos. Se for acordado a produção de três conteúdos, por exemplo, o cliente receberá três textos diferentes. E, ainda, o mesmo conteúdo poderá ser publicado em mais de um veículo.

Concluindo, com a contratação de três produtos de Link building, a empresa terá, no mínimo, três publicações diferentes, podendo alcançar números bem maiores. 

Junção das estratégias

Algumas empresas que trabalham com serviço de marketing na internet já investem na oferta de ambos os serviços – tanto de assessoria de imprensa digital, quanto de Link building.

É o caso da Experta Media, que há três anos decidiu nichar os serviços focando em marketing de conteúdo, buscas e influência, aliados à assessoria de imprensa digital. “O mercado de conteúdo e notícias ganhou muito com a digitalização. Os profissionais e as empresas que se abrem para esse conhecimento só tem a ganhar”. Conta Flávia Crizanto, uma das fundadoras da empresa.

Flávia completa que o serviço de assessoria de imprensa digital com foco em marketing de buscas é um trabalho complexo, que deve ser encarado por diversas frentes de novos aprendizados. Além de um conteúdo original e relevante, tão necessários na distribuição de conteúdos e releases, é preciso fazer uma boa escolha de palavras-chave, adequá-las ao contexto. Checar a autoridade dos veículos onde o conteúdo está sendo publicado também é importante e hoje existem várias ferramentas para ajudar na tarefa. Por fim e muito fundamental, contextualizar os links para que eles tenham sentido do no texto e possam ser mantidos.