IPVA apresenta dívida milionária em três municípios mineiros

0

Na última terça-feira, 1, a Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) do Estado de Minas Gerais, divulgou dados correspondentes ao Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para a população, abordando questões para o próximo ano. 

Somente as cidades de Araxá, Uberaba e Uberlândia somaram uma dívida de aproximadamente R$ 370 milhões, embora a estimativa de arrecadação total se relacione a valores superiores a R$ 460 milhões, perante o imposto que deve ser pago por 650 mil proprietários de veículos. 

Pagamento do IPVA

O contribuinte estará apto a efetuar o pagamento do imposto à vista, de acordo com a data de vencimento da respectiva placa, podendo contar com um desconto de 3%, além do que, também há a possibilidade de pagar a dívida em até três parcelas, sendo a primeira em janeiro, a segunda em fevereiro e a terceira no mês de março. 

Ao optar por esta alternativa, o contribuinte deve estar ciente de que a quantia mínima do parcelamento precisa ser de R$ 150,00.

De acordo com o programa “Bom Pagador”, o qual continua em vigor, o desconto de 3% é direcionado aos contribuintes que já efetuaram o pagamento em dia das obrigações do veículo nos anos de 2019 e 2020. 

O pagamento referente ao próximo ano já está liberado, e pode ser feito através dos canais de autoatendimento ou guichês dos agentes arrecadadores, como o Bradesco, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal, Casas Lotéricas, Mais BB, Banco Postal, Santander e Sicoob. 

Para concluir o procedimento, basta informar o número do Renavam do veículo e, se o pagamento for realizado no Banco do Brasil ou Itaú, existe a possibilidade de pagamento apenas para os correntistas.

Lembrando que a emissão da guia de arrecadação do IPVA 2021, deve ser feita pelo site da SEF.

dpvat

Escalas de vencimento 

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, a escala de pagamento do imposto para 2021, terá início no dia 18 de janeiro e terminará em 24 de março, com base no final da placa dos veículos. 

No caso dos motoristas com veículos de placas finalizadas em 1 e 2, o vencimento da cota única ou primeira parcela será no dia 18 de janeiro, já a segunda e a terceira parcela, vencem nos dias 18 de fevereiro e 18 de março, respectivamente. 

As placas com finais 3 e 4 possuem data limite de cota única ou primeira parcela para o dia 19 de janeiro, sendo que a segunda parcela ficará para o dia 19 de fevereiro e a terceira para o dia 19 de março. 

Na sequência, as placas com finais 5 e 6 têm limite para a cota única ou primeira parcela previsto para o dia 20 de janeiro, enquanto a segunda e a terceira parcela irão vencer nos dias 22 de fevereiro e 22 de março, respectivamente. 

Enquanto isso, os veículos com as placas que terminam em 7 e 8 estão com data de vencimento da cota única ou primeira parcela prevista para o dia 21 de janeiro, a segunda parcela para o dia 23 de fevereiro e a terceira para o dia 23 de março. 

Por fim, as placas com finais 9 e 0 possuem um prazo de cota única ou primeira parcela marcado para o dia 22 de janeiro, já a segunda e a terceira parcela vencem nos dias 24 de fevereiro e 24 de março respectivamente. 

Por Laura Alvarenga