MEI 2021: Obrigações, contribuição mensal, alvará, benefícios e licenças

0

O regime MEI foi criado em 2008 como uma iniciativa do governo para facilitar e formalizar parte dos trabalhadores brasileiros que então estavam na informalidade. Nos dias de hoje o Brasil já concentra mais de 10 milhões de Microempreendedores Individuais.

O regime MEI permite um faturamento anual de R$ 81 mil, o que gira em torno de R$ 6.750 por mês. Dentre os direitos e deveres do MEI está a proibição do mesmo ser sócio ou titular de outra empresa, como também o direito direito de contratar um funcionário que deve receber um salário mínimo ou o valor do piso da categoria. 

O trabalhador que ainda não se formalizou como MEI pode optar entre mais de 500 atividades permitidas para cadastro além de poder escolher uma atividade principal e mais 15 outras ocupações secundárias.

Benefícios ao se formalizar

Dentre os benefícios ao se formalizar como MEI o trabalhador poderá então contar com diversos benefícios previdenciários, sendo eles:

  • Aposentadoria
  • Auxílio doença
  • Auxílio maternidade
  • Pensão por Morte
  • Auxílio reclusão

Além dos benefícios previdenciários o trabalhador que se formaliza como Microempreendedor Individual pode contar com as seguintes vantagens:

  • Emissão de notas fiscais
  • Redução do número de impostos
  • Facilidade na abertura de contas
  • Facilidade na obtenção de crédito

Obrigações do MEI

O microempreendedor individual, assim como qualquer outra categoria trabalhista, tem obrigações mensais a anuais a cumprir, a fim de manter seu CNPJ ativo. Muitas vezes, o processo de formalização é feito sem que o empreendedor tenha conhecimento de toda as suas responsabilidades.

Entre as principais obrigações do MEI seja ela contábil e fiscal são:

  • Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei)
  • Pagamento da guia DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional)
  • Relatório Mensal das Receitas
  • Emissão de Nota Fiscal
  • Prestação de informações de seus empregados
MEI

Valor mensal

Dentre as obrigações para se manter em dia o MEI precisará realizar o pagamento da guia DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) mensalmente. Essa guia é reajustada todos os anos conforme o salário mínimo.

Atualmente o cidadão que se formaliza precisa pagar um valor mensal de:

Atividade MEI / ImpostoINSSICMS/ISSValor mensal do DAS
Comércio e Industria / ICMSR$ 52,25R$ 1,00R$ 53,25
Serviços / ISSR$ 52,25R$ 5,00R$ 57,25
Comércio e Serviços / ICMS e ISSR$ 52,25R$ 6,00R$ 58,25

Contudo, como o valor é corrigido sobre 5% do salário mínimo, e para 2021 espera-se um valor de R$ 1.087 para o salário mínimo. O valor do DAS mensal deverá ser de:

Atividade MEI / ImpostoINSSICMS/ISSValor mensal do DAS
Comércio e Industria / ICMSR$ 54,40R$ 1,00R$ 55,40
Serviços / ISSR$ 54,40R$ 5,00R$ 59,40
Comércio e Serviços / ICMS e ISSR$ 54,40R$ 6,00R$ 60,40

Alvará

Desde o dia 1º de setembro a a resolução, aprovada pelo Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM), permitiu que microempreendedores individuais (MEIs) estejam dispensados de atos públicos de liberação de atividades econômicas relativas à categoria.

Segundo o Ministério da Economia, a norma é reflexo da Lei de Liberdade Econômica, em vigor desde setembro do ano passado, que visa tornar o ambiente de negócios no país mais simples e menos burocrático.

Após inscrição no Portal do Empreendedor, o candidato a MEI manifestará sua concordância com o conteúdo do Termo de Ciência e Responsabilidade com Efeito de Dispensa de Alvará de Licença de Funcionamento. O documento será emitido eletronicamente e permite o exercício imediato de suas atividades.

As fiscalizações para verificação dos requisitos de dispensa continuarão a ser realizadas, mas o empreendedor não necessitará aguardar a visita dos agentes públicos para abrir a empresa.

Licenças

Para a situação de uma atividade de baixo risco e de acordo com a legislação estadual dos Corpos de Bombeiros Militares, o microempreendedor terá direito de começar suas atividades desde que o mesmo possa cumprir com todas as exigências legais de funcionamento.

Fique atento! O processo de abertura de um CNPJ MEI é totalmente gratuito e você mesmo pode realizar a abertura da sua empresa em pouquíssimo tempo, para isto basta acessar ao Portal do Empreendedor, clicar em Formalize-se e seguir todo o procedimento. Em caso de dúvidas consulte um contador.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio.  Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. 

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Conteúdo por Ricardo de Freitas Junior. Linkedin https://www.linkedin.com/in/rickfrj/