MEI: Perdi o prazo de regularização, e agora?

O prazo foi até o dia 30/09. Veja quais são as consequências e o que fazer se você perdeu o prazo para regularização do seu MEI.

Um Microempreendedor Individual tem muitas obrigações a cumprir e ele deve se manter regular para evitar sofrer com multas e outras punições, mas o prazo para regularização do MEI foi até quinta-feira (30/09), e agora?

Se você é um MEI e perdeu o prazo nesta última quinta, nós vamos te explicar o que acontece a partir de agora, iremos te falar se existem punições e como você pode resolver esse problema.

Não se desespere, nós vamos te ajudar. Acompanhe este artigo e fique informado sobre o que fazer a partir de agora.

O que acontece se o MEI não pagar?

Segundo o fisco,  aproximadamente 1,8 milhões de empreendedores estão devendo R$ 4,5 bilhões e o prazo para regularização já passou, foi até o dia 30/09/2021.

Se os empreendedores não pagarem as suas dívidas eles vão parar na Dívida Ativa da União e vão receber punições bem pesadas.

Se os MEIs forem inscritos na Dívida da União eles terão que pagar multas pelos gastos do governo com o processo, poderão ser excluídos do Simples Nacional, terão muitas dificuldades em conseguir crédito, e essas punições podem fazer com que o Microempreendedor tenha muitos prejuízos gigantescos.

Lembrando que, somente dívidas referentes a anos anteriores a 2017 (2016 e anos anteriores) com valores superiores a mil reais (somando todos encargos aplicados) que não foram pagas ou parceladas ainda, serão inscritas na Dívida Ativa da União 

Correndo contra o tempo

Ainda tem um jeito, o prazo já passou, mas os débitos ainda não foram inscritos na Dívida Ativa. Os MEIs ainda podem emitir o DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional) e efetuar os pagamento das suas dívidas, mas devem fazer isso logo.

Corra e faça o pagamento assim que possível, afinal, se um MEI for excluído do Simples Nacional ele perderá muitos privilégios e a sua empresa pode começar a ter problemas financeiros, então se regularize.

Verifique seus débitos

Antes de realizar o pagamento, você terá que verificar se o seu MEI possui dívidas referentes a anos anteriores a 2017, nós vamos te ensinar como fazer isso, é só seguir os seguintes passos:

1-Acesse a página do PGMEI (Programa Gerador de DAS para o MEI); 

2- Acesse com certificado digital ou com código de acesso (que você pode obter no Portal do Simples Nacional);

3- Após acessar, clique em “Consulta Extrato/Pendências”;

4- Clique na opção “Consulta Pendências no Simei”, 

5- Se existirem débitos referentes a anos anteriores a 2017, você precisa emitir o DAS e efetuar o pagamento urgentemente, antes que seu nome vá para Dívida Ativa da União.

Dica Extra do Jornal Contábil: MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio. Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar.

Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com toda burocracia, risco de inadimplência e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta.

E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio.

Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Comentários estão fechados.