MEI você entregou a declaração esse ano? Cuidado para não perder seu registro

Isso depende do tempo que ele ficará inadimplente. E isso não deveria ser surpresa para ninguém. Afinal, o cadastro do MEI, assim como tantos outros, possui suas regras e as mesmas precisam ser seguidas e respeitadas para que o controle cadastral ocorra, de fato.

Além disso, toda vez que conseguimos nos cadastrar em alguma coisa, é porque buscamos conseguir tal oportunidade. Logo, é compreensível que ninguém queira perder algo que foi batalhado e planejado para que pudesse ser conquistado. Por isso, acompanhe essa matéria, entenda mais sobre o tema e fique atento para não perder o seu registro de MEI!

O que é a declaração DASN-SIMEI?

A Declaração Anual do Simples Nacional para o Microempreendedor Individual (DASN – SIMEI) ou Declaração Anual de Faturamento, como também é conhecida, é uma declaração que deve ser apresentada anualmente e obrigatoriamente, pelo MEI.

Nessa declaração o micro empreendedor individual deverá informar alguns dados relativos ao seu empreendimento no ano anterior, como:

  • A Receita bruta total auferida no ano anterior;
  • Receita bruta auferida no ano anterior referente às atividades de comércio, indústria e serviço de transporte intermunicipal e interestadual;
  • Caso o MEI tenha empregado alguém durante o período abrangido pela declaração, isso também deverá ser informado.

Para que não haja dúvida na hora de realizar a declaração, a sugestão da Receita Federal é fazer o cálculo mensal das receitas e guardar as notas para possíveis consultas. O prazo de envio normalmente é até as 23h59 do dia 31 de maio de cada ano. A declaração é realizada exclusivamente pela internet, no Portal do Empreendedor, o que facilita bastante o procedimento.

E se eu efetuar a declaração DASN-SIMEI em atraso?

Caso você efetue a Declaração Anual do Simples Nacional do MEI (DASN-SIMEI) em atraso, será preciso pagar uma multa, cujo o valor é de no mínimo R$ 50,00 ou de 2% (dois por cento) ao mês correspondente. Ou ainda, dependendo do segmento do seu negócio, pode ser cobrada a fração sobre o montante dos tributos decorrentes das informações prestadas na DASN-SIMEI, limitada a 20%.

Após a entrega da DASN-SIMEI em atraso, tanto a notificação do lançamento quanto os dados do DARF para pagamento da multa calculada, serão gerados automaticamente. Essas informações constarão no final do recibo de entrega da declaração. Lembrando que caso o pagamento seja efetuado em até 30 dias, a multa será reduzida em 50%, ou seja, será de R$ 25,00.

MEI que não entregou declaração pode perder registro?

Mas se ao invés de entregar em atraso, você simplesmente não entregar, e deixar essa situação se estender por dois anos, você pode perder o seu registro de MEI sim. Além disso, vencido o prazo de entrega, quem não entregou a declaração DASN-SIMEI fica impedido de gerar o Documento de Arrecadação Simplificada (DAS-MEI), cuja precisa ser paga mensalmente e garante a regularidade do seu registro.

Afinal, caso não faça o pagamento mensal da guia DAS-MEI, o MEI fica inadimplente. Sem contar, que essa situação poderá gerar a perda de benefícios previdenciários como aposentadoria, licença-maternidade, auxílio-doença, pensão por morte, auxílio-reclusão e muito mais.

Caso você fique inadimplente com a Receita Federal, você não poderá emitir a certidão negativa de débitos, o que impossibilita a participação em licitações públicas e a disponibilização de créditos bancários.

Quem não entregou a declaração DASN-SIMEI dentro do prazo, está sujeito à multa, caso a situação seja regularizada antes da notificação da Receita Federal. Sendo assim, por algum período, a falta da declaração não cancela o registro do MEI, mas o torna inadimplente. No entanto, se o MEI ficar mais de 2 anos sem entregar sua declaração, aí sim ele pode perder a sua inscrição no MEI.

Apesar da importância de entregar a declaração DASN-SIMEI até o prazo, na correria do dia a dia pode ser que acabe passando batido mesmo. Por isso, vale a pena recorrer a alguns recursos para não esquecer de efetuar essa declaração, como utilizar agendas, lembretes no celular, e até mesmo pedir para que o seu contador te ajude com isso.

MEI saiba tudo o que é preciso para gerenciar seu próprio negócio

Se você buscar iniciar como MEI de maneira correta, estar legalizado e em dia com o governo, além de fazer tudo o que é necessário para o desenvolvimento da sua empresa, nós podemos ajudar. Já imaginou economizar de R$ 50 a R$ 300 todos os meses com contador e ainda ter a certeza que está fazendo suas declarações e obrigações de forma correta. E o melhor é que você pode aprender tudo isso em apenas um final de semana. Uma alternativa rápida e eficaz é o curso MEI na prática. Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que um MEI precisa saber para ser autônomo e nunca mais passar por dificuldades ao gerir o seu negócio. Quer saber mais? Clique aqui e mantenha sua empresa MEI em dia!

Conteúdo original Juros Baixos