Militares e servidores são incluídos no novo consignado

0

O Senado aprovou nesta quarta-feira (10) o projeto que aumenta de 35% para 40% a margem consignável de aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Porém, desta vez incluíram no relatório aprovado no Congresso Nacional os militares e servidores públicos de todas as esferas.

militares

Faltando um dia antes para perder a validade, o texto foi aprovado. Agora, é aguardada a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Não acontecendo nenhum tipo de veto, começará a valer a partir da publicação no Diário Oficial da União.

A validade será até 31 de dezembro de 2021. Sendo assim, os interessados poderão usar 40% (5% continuará destinado à modalidade de cartão de crédito consignado) como já acontecia antes da Medida Provisória.

O senador Plínio Valério (PSDB-AM), que é relator do projeto, disse que a medida “não é ideal”, mas é o “sensato” neste momento.

“Se o aposentado ou o pensionista não tiver como buscar o consignado, recorrerá à rede bancária e se endividará ainda mais. Não é o ideal, mas é o que se pode fazer”.

Cuidado com o endividamento

O empréstimo pode ser bom, porém, não pode ser um desastre em sua vida financeira. Por isso, é bom analisar sempre antes de contratar um empréstimo consignado.

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil