13°C 28°C
Uberlândia, MG
Publicidade

Importância de fazer um planejamento tributário para 2024

Importância de fazer um planejamento tributário para 2024

03/11/2023 às 10h47 Atualizada em 03/11/2023 às 13h47
Por: Ana Luzia Rodrigues
Compartilhe:
Imagem por @kuprevich / freepik
Imagem por @kuprevich / freepik

A Contabilidade para 2024 promete grandes diferenças do que foi em 2023. Com a chegada da Reforma Tributária e de novas legislações,  ter uma gestão financeira eficaz é o que manterá o sucesso de todas as organizações. 

E só é possível vencer os próximos obstáculos colocando a contabilidade em seu devido lugar: como um mecanismo fundamental na tomada de decisões relevantes e no cumprimento de obrigações fiscais e regulatórias. 

É por isso que uma contabilidade mal organizada faz mais do que comprometer a velocidade na tomada de decisões. Uma contabilidade frágil também atrasa o crescimento das empresas, afinal, ela é capaz de colocar em risco sua reputação e rentabilidade. 

Essa também é uma boa época para planejar os primeiros meses de 2024. Por isso, é a hora de realizar um planejamento tributário completo e considerar as particularidades da situação cadastral da empresa. Por exemplo, quando é possível optar entre os regimes do Simples, Lucro Presumido ou Lucro Real.

Nessa leitura vamos falar sobre quais as vantagens de realizar um planejamento tributário. Acompanhe a leitura.

Leia também: Planejamento Tributário Para Uma Startup Inteligente

O que é Planejamento Tributário?

Planejamento tributário é a ferramenta legal através da qual busca-se a redução da carga tributária, sendo uma estratégia interessante não só para as pessoas físicas, mas especialmente para as empresas.

Em outras palavras, é possível afirmar que o planejamento tributário consiste em uma técnica através da qual, anualmente, realiza-se uma avaliação minuciosa de vida contábil e fiscal de uma empresa para se chegar à melhor forma de tributar seus resultados.

O planejamento vem de encontro justamente para escolher qual regime tributário melhor se adequa ao empreendimento. Afinal ninguém quer pagar tributos equivocados ou calcular os impostos ou taxas de maneira inadequada à sua realidade.  

Trata-se de desperdício financeiro que impacta diretamente o fator custo e, consequentemente, nos preços de produtos e/ou serviços sugeridos ao consumidor final. 

Desta forma pode comprometer a competitividade da empresa e este não é, de forma alguma, o objetivo proposto ao abrir um negócio.

Por que fazer e quais as vantagens?

A grande vantagem do planejamento tributário é a redução da carga tributária direta, embora a despesa seja mantida. Se a despesa tributária diminui, o lucro aumenta. No caso do corretivo (de passivo já existente), alguns benefícios são:

  • redução e afastamento de riscos fiscais. Empresas que tomam créditos que não podem tomar, conforme seu desenho societário, estão expostas a autuações. Há multas que chegam a 150% do valor devido do tributo. Vale reforçar que isso é para organizações que já estão expostas ao risco, em que existe passivo;
  • há situações em que haverá reflexo numa proteção patrimonial da empresa;
  • melhorar a gestão das atividades executadas. No exemplo do supermercado, se abrirmos dois CNPJs, a administração levantará mais facilmente todos os custos/despesas só para a transportadora. Isso evitará confusões com gastos de folha, por exemplo, da equipe do supermercado.

Para a realização de uma boa gestão e planejamento de tributos é importante considerar a totalidade dos impostos e taxas incidentes na operação da empresa. Portanto, depois de analisar os tributos individualmente, é preciso confrontar a redução da carga tributária efetiva. 

No momento que se toma a decisão de reduzir o custo tributário efetivo da empresa, é imprescindível que todos os envolvidos estejam cientes dos esforços necessários para que a operação como um todo tenha sucesso. 

É importante, também, que todos os estudos estejam alinhados ao Planejamento Estratégico da empresa e considerem o seu crescimento atual e futuro. Dessa forma, quando ocorrer alguma mudança de tributação, toda a operação estará alinhada e preparada para as alterações.

Leia também: Planejamento Tributário Preventivo: Veja O Que É E Como Fazer

Conclusão

Este é o momento para definir os caminhos para a gestão fiscal do negócio ao longo do próximo ano. Realizar o planejamento tributário certamente contribuirá para a melhoria do gerenciamento de tributos.

Compreender os benefícios do planejamento tributário ajuda a enxergar o valor desse processo. Para garantir a melhor opção é preciso que a empresa avalie se para 2024 está prevista alguma oscilação expressiva em relação à margem de lucro, faturamento, custos, entre outros. 

A variação dos tributos entre os regimes é muito grande, merecendo uma avaliação aprofundada de tudo que envolve a empresa, pois tudo pode refletir em carga tributária.

Com certeza não há fórmulas prontas para fazer planejamento tributário, mas o primeiro passo é uma análise específica da situação de cada contribuinte e das operações a serem praticadas.

Por isso que, nessas horas, a figura de profissionais contábeis são de extrema importância. Isso porque eles podem analisar normas aplicáveis, os custos e as consequências das alternativas a serem adotadas para a redução de forma transparente e lícita.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Uberlândia, MG
15°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 28°

14° Sensação
3.6km/h Vento
51% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h43 Nascer do sol
05h54 Pôr do sol
Qui 28° 14°
Sex 29° 15°
Sáb 30° 16°
Dom 31° 17°
Seg 32° 18°
Atualizado às 08h06
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,63 +0,70%
Euro
R$ 6,11 +0,68%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,31%
Bitcoin
R$ 395,361,06 +0,39%
Ibovespa
126,589,84 pts -0.99%
Publicidade
Publicidade