Novo salário mínimo de R$ 1.177 será vantajoso para aposentados?

Inflação tem uma projeção de 7% até dezembro

O novo salário mínimo deverá subir para R$ 1.177 em 202, isso porque existe uma projeção de inflação para 2021 de 7% até dezembro. Isso acontecendo será o maior reajuste desde 2016.

A projeção de uma inflação de 7% proporcionará um aumento no piso nacional de R$ 77. No entanto, o salário continuará longe do ganho real. O piso nacional passará de R$ 1.100 para R$ 1.177.

Sendo assim, os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem um salário mínimo terão um reajuste também de R$ 77. Passando a receber em 2022, R$ 1.177.

Os aposentados e pensionistas que recebem acima de um salário mínimo a correção do benefício é feita conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), também com base no piso nacional.

O reajuste só é concedido porque a Constituição determina uma revisão periódica para preservar o poder de compra dos assalariados. Lembrando que o valor para 2022 ainda não é definitivo, é só uma projeção.

Os últimos reajustes concedidos pelo governo foram de:

  • 2016: 11,6% (R$ 880)
  • 2017: 6,48% (R$ 937)
  • 2018: 1,81% (R$ 954)
  • 2019: 4,61% (R$ 998)
  • 2020: 4,7% (R$ 1.045)
  • 2021: 5,22% (R$ 1.100)

Até 31 de agosto de 2021, o governo tem que enviar ao Congresso Nacional, o Ploa (Projeto de Lei Orçamentária Anual) e apresentar a segunda estimativa de reajuste do salário mínimo. A primeira que foi enviada, projetava uma alta de 4,5%, que elevaria o salário mínimo de R$ 1.100 para R$ 1.147.

No dia 14 de julho, foi divulgada a projeção oficial pelo governo para um reajuste do salário mínimo (6,2%). O mínimo passaria de R$ 1.100 para R$ 1.168,20. No entanto, a inflação chegando a 7%, o valor será de R$ 1.177.

O salário mínimo foi reajustado em 2021, no 1° de janeiro, abaixo da inflação, quando o mínimo passou de R$ 1.045 para R$ 1.100. No entanto, para compensar a inflação do ano passado, o salário deveria ser R$ 2 maior e ter chegado a R$ 1. 102,00 (obedecendo o que manda a Constituição que determina um reajuste periódico para preservar o poder de compra).

Comentários estão fechados.