Novo saque do FGTS de até R$ 3.900 será liberado em julho

Confira a nova rodada de saque do FGTS para o mês de julho

A Caixa Econômica Federal vai disponibilizar aos trabalhadores uma nova rodada de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A modalidade disponibilizada no mês de julho diz respeito ao saque-aniversário do FGTS, para os trabalhadores nascidos no mês de julho.

É válido lembrar que a adesão ao saque-aniversário é opcional. Dessa forma, quem não opta pela modalidade permanece na sistemática padrão, ou seja, o saque rescisão.

Isso porque fica a critério do trabalhador aderir à modalidade de saque anual de uma parte do saldo por meio do saque-aniversário, ou o saque total do FGTS de determinada empresa por parte do saque-rescisão.

Quanto posso receber com o saque-aniversário?

Ao aderir ao saque-aniversário, o trabalhador pode receber uma parte do saldo somado das contas do FGTS e ainda um adicional.

No total, existem sete faixas de saldo, faixas essas definidas de acordo com o valor que o trabalhador possui nas contas do FGTS, onde, quanto maior o saldo, menor a porcentagem de saque.

Confira às sete faixas do saque-aniversário:

Limite das faixas de saldo (em R$)AlíquotaParcela Adicional (em R$)
Até 500,0050,0%
De 500,01 até 1.000,0040,0%50,00
De 1.000,01 até 5.000,0030,0%150,00
De 5.000,01 até 10.000,0020,0%650,00
De 10000,01 até 15.000,0015,0%1150,00
De 15.000,01 até 20.000,0010,0%1.900,00
Acima de 20.000,01  5,0%2.900,00

Em caso de dúvidas confira este exemplo:

Trabalhador com R$ 5 mil disponíveis em uma conta inativa poderá sacar 20% desse valor, R$ 1 mil.

Esse valor ainda será acrescido de uma parcela de R$ 650 – dessa maneira, no total, o saque será de R$ 1.650. A lógica é a mesma para as demais faixas de saldo. 

Adesão ao saque-aniversário

A maneira mais simples de aderir ao saque-aniversário é por meio do aplicativo do FGTS disponível para celulares, confira como realizar a adesão:

  • Baixe o aplicativo App Store (celulares iOS) ou no Google Play (celulares Android);
  • Acesse o aplicativo no celular;
  • Clicar em “Meu FGTS”;
  • Escolher a alternativa “Saque-Aniversário”;
  • Ler os termos e as condições;
  • Caso concorde com a mudança, selecione “Aderir ao Saque-Aniversário”.

E se eu for demitido?

Muitos trabalhadores têm dúvidas quanto ao saque-aniversário caso sejam demitidos do trabalho. Todavia, a sistemática funciona da seguinte forma:

Trabalhador que aderiu ao Saque-Aniversário do FGTS: poderá sacar apenas o valor referente à multa rescisória. O saldo remanescente na conta do FGTS poderá ser sacado nos Saques-Aniversários futuros.

Trabalhador que está na modalidade de Saque-Rescisão do FGTS: quando demitido sem justa causa, tem direito ao saque integral da conta do FGTS, incluindo a multa rescisória, quando devida.

Comentários estão fechados.