Projeto de Lei pretende prorrogar auxílio emergencial até dezembro

0

Projeto de Lei (PL) n° 130/2021 pretende prorrogar o auxílio emergencial até junho de 2021, num valor de R$ 600 e até dezembro num valor de R$ 300.

O projeto de lei, que altera a Lei 13.982/2000, é de autoria do deputado Altineu Côrtes (PL-RJ) e tramita na Câmara dos Deputados.

O deputado disse que o número de morte provocadas pela Covid-19 ultrapassou a marca de 200 mil.

“Além disso, de acordo com especialistas, o País ainda não atingiu o pico da pandemia, sendo certo que a realidade que levou ao isolamento social deverá prevalecer nos próximos meses”, alerta.

Para Cortes, muitas famílias foram afetadas pelo desemprego por causa da pandemia, o que permite o pagamento do auxílio emergencial.

Deputado fez uma sugestão ao governo federal para adiar o pagamento de juros de suas dívidas com bancos: “Esses recursos poderiam ajudar a minimizar o impacto financeiro causado pelo pagamento do auxílio emergencial, já que estão previstos como despesas no orçamento federal”.

Reações a uma possivel volta do auxílio emergencial

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, indicou nesta terça-feira (8), que uma nova rodada do auxílio sem compensações pode resultar em alta da taxa básica de juros, que está atualmente na mínima histórica de 2% ao ano.

Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil
Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil

“Sem nenhuma contrapartida, há um risco de adotar uma medida para estimular a economia e ter um efeito negativo”, disse Campos Neto, durante evento online voltado a investidores internacionais. “Porque estamos em um ponto de inflexão, no qual o que o mercado está nos dizendo é que, se só gastarmos mais, a reação das variáveis à fragilidade na situação fiscal vai superar o benefício de colocar mais recursos na economia.”

Edição por Jorge Roberto Wrigt Cunha – jornalista do Jornal Contábil