Saque do FGTS de até R$ 1,045 começa a ser pago no dia 15 de junho

0

Saque do FGTS de até R$ 1,045 começa a ser pago na próxima segunda-feira, dia 15 de junho
A Medida Provisória 946 permite o saque de até R$ 1.045, para quem tenha conta ativa ou inativa no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

É de responsabilidade da Caixa Econômica Federal (CEF) a criação de um cronograma de atendimento e a preparação de um calendário.

O saque está programado para a próxima segunda-feira, 15 de junho e indo até 31 de dezembro.

O trabalhador que tiver mais de uma conta vinculada, o dinheiro será retirado, começando pelas contas inativas (empregos antigos). O calendário se inicia pelas contas com menor saldo. Depois, poderá ser retirado de outras contas ativas, também começando pelo menor valor de saldo. Em todas as situações, o valor não poderá ser maior que R$ 1.045.

aplicativo informal

Para quem já é correntista na Caixa, o crédito será automático em conta que o trabalhador seja o titular. Caso o trabalhador queira transferir o valor para um outro banco, a CEF não poderá cobrar tarifa pela operação.

Cada trabalhador terá o direito de sacar R$ 1.045 (um salário mínimo).

Por enquanto, a Caixa ainda não divulgou o calendário, que poderá sair a qualquer o momento. Mas, segundo a CEF, a dinâmica vai ser a mesma das demais liberações do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), ou seja, seguindo o mês de nascimento do trabalhador.

Qual a quantidade de trabalhadores que poderão sacar todo seu recurso?

Segundo o governo, cerca 30,7 milhões de trabalhadores vão poder sacar todo seu recurso no FGTS (50,5% do total). Até 80% das contas serão zeradas com o saque; R$ 16 bilhões serão liberados para 45,5 milhões de trabalhadores que têm até 5 salários mínimos de saldo no FGTS.

Como posso sacar o dinheiro?

O saque do FGTS em 2020 será feito através das agências da Caixa, nos caixas eletrônicos e lotéricas. Sendo que poderá ser feito pelo aplicativo a transferência do dinheiro do FGTS.

Você pode baixar o aplicativo do FGTS nas lojas virtuais Google Play e Apple Store. Depois que o aplicativo for instalado, você deverá preencher um cadastro, em seguida, você terá acesso à todas as suas funcionalidades, incluindo consulta ao saldo e extrato da conta e quais as modalidades disponíveis.

A Caixa já está liberando o saque-aniversário para o trabalhador que aderiu à modalidade, que permite receber as parcelas anualmente. O calendário segue o mês de aniversário do empregado. Confira:

  • janeiro e fevereiro – saques de abril a junho de 2020;
  • março e abril – saques de maio a julho de 2020;
  • maio e junho – saques de junho a agosto de 2020;
  • julho – saques de julho a setembro de 2020;
  • agosto – saques de agosto a outubro de 2020;
  • setembro – saques de setembro a novembro de 2020;
  • outubro – saques de outubro a dezembro de 2020;
  • novembro – saques de novembro de 2020 a janeiro de 2021;
  • dezembro – saques dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Segundo o governo, o cidadão poderá sacar uma parcela de 5% a 50% do que tem na conta do FGTS, mais um valor fixo todo ano, a depender do saldo. Confira abaixo:

Lembrando que você poderá realizar uma simulação para saber o valor que receberia se aderisse ao saque-aniversário. Para consultar, você deverá fazer um cadastro e criar uma senha.

A simulação pode ser realizada através do site oficial da Caixa e pelo aplicativo do FGTS (disponível na App Store, Google Play ou Windows Store).